segunda-feira, 9 de julho de 2007

Paixão Sincera...


Paixão Sincera...


A paixão por Jesus é algo esplêndido, inexplicável e extremamente prazeroso em nossas vidas.

Quando há em nosso coração uma paixão sincera pelo Salvador, o desejo de fazer sempre o melhor para agradá-Lo, bem como o ímpeto de lutar por Ele são atitudes que brotam naturalmente do nosso interior.

Nossos cultos deixam de ser meros encontros cheios de rituais e cerimônias para se tornarem momentos especiais e grandemente esperados pelos adoradores apaixonados pelo Senhor, onde a fé e a adoração fluem livre e espontaneamente.

Nossas orações deixam de ser monólogos carregados de petições e exigências egoístas para se tornarem diálogos abertos, onde Deus também tem toda a liberdade de Se expressar com a certeza que também será compreendido e aceito pelo Seu adorador apaixonado.

Nosso interesse em conhecer Sua Palavra deixa de ser motivado pela cobiça em receber as bênçãos previstas por Ela, e passa a ser cultivado pela necessidade de ouvir a voz do Amado Salvador fazendo todas as colocações que Lhe apraz.

A paixão por Jesus já não torna tão cansativos os minutos de joelhos. Horas passam a ser períodos curtos para estar em oração diariamente com o Meigo e Doce Jesus. E as madrugadas já não são tão longas e nem tão exaustivas quando passadas às claras na presença do Amado Noivo.

A obediência deixa de ser uma tortura para a nossa natureza pecadora e passa a ser uma honra e um prazer para o nosso espírito extremamente carente da presença de Deus.

O desejo de estar onde Deus está é gritante no coração de alguém apaixonado por Jesus, ainda que isso signifique deixar nosso lugar de conforto para enfrentar vales e despenhadeiros sob intensas tempestades ao Seu lado.

Agradar a Cristo e procurar parecer-se ao máximo com Ele é o grande alvo de todo adorador apaixonado. Por isso, o interesse em estar todo o tempo junto a Ele, ainda que isso implique em deixar coisas, pessoas e outros afazeres para depois. Na visão dos amados de Deus, é preferível dispensar o tempo em aprender com Jesus, que desperdiçá-lo com coisas vãs ou priorizá-lo com secularidades.

Sofrer o que Jesus sofre, perceber o que Ele sente, ser sensível ao que Ele deseja, incomodar-se em agradá-Lo, empenhar-se por alegrá-Lo, importar-se com como Ele está. São preocupações que somente quem é verdadeiramente apaixonado por Jesus tem.

Infelizmente, não é quem qualquer esquina onde pessoas se reúnem em Seu nome que nós podemos encontrar adoradores verdadeiros, tão apaixonados por Jesus, a ponto de renunciarem suas vidas e tudo o que se cultivou nelas até então só por amor ao Salvador.

Olhe para dentro de si mesmo(a) e faça essa reflexão com profunda sinceridade: Deus pode encontrar alguém verdadeiramente apaixonado por Ele dentro de você?


“Amado Noivo, permita-me correr para os Teus braços nesta hora, querido Jesus, e me entregar completamente a Ti, dispensar-Lhe todo o meu amor e morrer, finalmente, para este mundo. O que eu mais quero é viver um relacionamento íntimo, sincero, espontâneo e real Contigo, Amado Senhor. Toque em meu coração, faça minha alma ir até o Céu onde o Senhor está, e certamente nunca mais serei o(a) mesmo(a). Com todas as minhas forças e com todo o meu ser:
EU TE AMO E TE DESEJO MAIS DO QUE TUDO!”