terça-feira, 17 de novembro de 2009

Reorganizando a Vida




REORGANIZANDO A VIDA



Meu computador comumente é bastante organizado. Tenho pastas e subpastas que organizam todo o material que guardo, de acordo com meu trabalho, assuntos pessoais, Igreja, imagens, sons, estudos, etc.

Mas há uma pasta, em especial, que há alguns anos eu reservei para guardar mensagens escritas. Na verdade, ela é uma mistura de reflexões com ilustrações bíblicas, frases e pensamentos diversos. Todo o material desses seguimentos que eu encontrei nas minhas garimpagens pela Internet e achei interessante, foi guardado dentro dela.

Com o passar do tempo, essa pasta começou a inchar. Meus arquivos ficaram desorganizados. Mensagens duplicadas de fontes diferentes, mensagens que só tiveram utilidade naquele momento em que precisei delas como fontes de referências, mensagens complexas demais para o meu entendimento ou inúteis demais para minha projeção de vida mas que só foram guardadas porque me foram enviadas com muito carinho por pessoas especiais, mensagens que deixaram de fazer sentido pra mim quando passei a conhecer mais da Verdade (João 8.32)... Enfim, mensagens e mais mensagens que começaram a lotar e desarranjar meus arquivos.

E não demorou muito para começarem os “tilts”. De tão grande e com tantas configurações diferentes que as mensagens copiadas da Internet traziam, os arquivos começaram a travar, fazer erros de leitura e de salvamento... Logo, um arquivo já tinha sido salvo sete ou oito vezes com nomes diferentes por causa dos erros que só permitiam que eu o abrisse como sendo “de leitura”. Um verdadeiro aborrecimento!

Até que, contrariada, concluí que chegou o tempo de reler tudo e reorganizar minhas pastas e arquivos. Fazer uma limpeza geral, principalmente nesta pasta de mensagens, retirar os excessos e as futilidades, reordenar a formatação das fontes e dos estilos, guardar somente o que realmente for útil e descartar todo o restante. Certo que isso está me dando muito trabalho. Mas, fazer o quê? Se eu quiser permanecer acessando e encontrando algo de interesse dentro desse meu material de consulta pessoal, será necessário reestruturar todo o sistema pessoal de arquivamento e controle do meu computador. Então, mãos à obra!

Comecei pelos arquivos menores – os das frases – fazendo a leitura de tudo o que havia dentro deles e deletando tudo o que fosse ou tornou-se desnecessário ou indevido. Depois, passei para as mensagens reflexivas e ilustrações. E agora, depois de alguns meses (!) de trabalho, estou quase terminando essa etapa e me preparando psicologicamente para enfrentar a etapa de reorganização das pastas de estudos.

Reorganização. Isso é tudo o que devemos fazer de vez em quando em muitas áreas das nossas vidas, se nós quisermos permanecer de pé diante das adversidades que se estendem ao longo do nosso caminho.

Examine-se o homem a si mesmo”, é o conselho da Bíblia (1Coríntios 11.28). Em outras palavras, “deixe a sua correria por alguns minutos e faça uma revisão diária de vida”, é o que o SENHOR carinhosamente sugere.

Verifique o que é excesso e faça por onde retirá-lo; examine minuciosamente o que te falta e procure encontrá-lo. Mas não faça isso sozinho. Nem mesmo tente! Foi pra isso que Eu enviei a você Meu Santo Espírito.” Você pode ouvi-Lo dizendo essas coisas para você nas palavras de Jesus, quando prometeu enviar-nos “Outro Consolador”? (João 14.16-18)

O Bom Consolador, ou Auxiliador, ou ainda o Defensor, o Conselheiro, ou o Advogado (1João 2.1). Trata-se do Espírito Santo, que é chamado também de O Espírito da Verdade (João 15.26; 16.13). Ele veio ficar no lugar de Jesus como guia e mestre dos discípulos e dos seguidores de Cristo. Veio ensinar, falar a respeito de Jesus e trazer julgamento sobre o mundo que não crê em Jesus (João 16.8). Ele veio fazer o que nós não podemos fazer. Pode sentir que você não conseguirá entrar nas profundezas da sua própria alma? O Espírito Santo pode. E quer. Ele é especialista em reorganizar o que nós desordenamos e tem imenso prazer em fazer isso em nós e por nós.

Em tempos de tecnologia avançando a todo vapor, multiculturalismo, globalização, uma gama de informações é produzida diariamente e envolve tanto as pessoa, de tal forma que elas chegam mesmo a se perder em meio a tantas informações. Os valores são trocados quase que automaticamente por aqueles que parecem ser mais convenientes à nossa adequação ao momento. E esse “viver de momentos” contraria enormemente os ensinamentos de Deus, que quer sempre o melhor para Seus filhos e lhes ensina a ter uma postura intrépida nos fundamentos da Sua Palavra. Pessoas que vivem de momentos não têm base sólida na sua fé. Hoje estão de pé e amanhã estão caídas. Depois de amanhã se erguem com certa dificuldade e em seguida caem outra vez. Mas o SENHOR abençoará o justo; o Seu favor o protege “como um escudo” (Salmos 5.12-NVI).

Muitas informações de fontes duvidosas, muitos pareceres pessoais dos outros a nosso respeito, muitas influências mundanas, excesso de pecado (de muitos pequenos se fazem vários dos grandes). E vez após vezes é necessário apagar de nossos arquivos marcas do passado que causam sofrimento e dor. É necessário reorganizar nossas prioridades. É preciso criar “novas pastas” onde serão guardados valores eternos, que não se deterioram com o tempo nem se perdem em meio às decepções da vida.

Atitudes impulsivas que não deveriam ter sido tomadas. Sentimentos maus que estão onde não deveriam estar e sufocam o espaço que foi reservado para o amor. Sentimentos excessivos que geram extravagâncias capazes de comprometer a própria salvação da alma. Você pode percebê-los? Certamente que não. Peça, portanto, a ajuda de Deus. O Espírito Santo não mede esforços para consertar almas desmanteladas.

Pensamentos pecaminosos que por vezes culminam em ações reprováveis. Dúvidas, medos, incoerências. Insatisfação, desesperança, indeterminação, revolta. Ansiedade, anseios, ânsias. Uma infinidade de fatores que condicionam nossa mentalidade e sentimentos facilmente a um “tilt”, um curto-circuito, um trauma, uma disfunção comprometedora.

Rever tudo isso realmente não é fácil, até porque estamos tratando aqui de coisas que não vemos. Eu digitei e guardei minhas mensagens. Eu sempre as via bem dentro do meu computador, gritando por um particular que faria bem para ambos os lados. Mas não é assim com nossos pensamentos e sentimentos. Eles estão lá, nós sabemos que eles existem, mas não fomos nós que os colocamos ali. Por isso, não sabemos e não podemos chegar até eles. Só mesmo a intervenção divina, o auxílio Daquele que sonda os corações e conhece o mais profundo dos pensamentos (Provérbios 21.2; Salmos 26.2) pode alcançar e transformar nossos erros e falhas em pedras preciosas de sabedoria, nossos lugares feridos e sangrentos em fontes de onde fluem forças, e nossos medos intensos numa fé invariável.

Isso é tarefa para Deus e não há alternativa. Contudo, nós podemos começar pelas coisas pequenas. Um gesto de atenção e carinho, um diálogo ou um conselho, uma ligeira prontidão em servir ou amparar um necessitado, um agrado ou um agradecimento especial, talvez. Coisas pequenas podem estar carregadas de grandes significados quando a intenção do coração é fazer o bem.

Uma oração, que seja, enlaçada pela confissão sincera. Esse pode ser o primeiro grande passo para a liberdade e reorganização de uma vida muitas vezes inchada com tantas coisas desnecessárias, maléficas, pesadas. Mas se começarmos fazendo o que é necessário, nossas possibilidades se ampliarão e logo veremos Deus fazendo o impossível.

Rever conceitos, confrontar motivações, reordenar nossa escala de valores. Nada disso é vergonha para ninguém que queira ter Paz e transmitir Paz. Recomeçar é uma possibilidade que Deus nos dá a cada segundo que começa, e nós devemos aproveitá-la se realmente queremos encontrar felicidade plena.

Por isso, comece hoje a reorganizar as “pastas e arquivos” da sua vida. Faça uma limpeza onde for necessário. Inclua novidades que possam somar para o seu crescimento em Cristo Jesus. Recrie, reorganize, recomece! Só não deixe de buscar o auxílio do SENHOR para fazer isso. E menos ainda deixe de atendê-Lo quando Ele começar a mudança em seu coração.

Vai levar um pouco de tempo. Quem sabe dias, meses, ou anos até. Mas o resultado será satisfatório, principalmente quando você vir tudo se encaminhando ligeiramente pelas vias da perfeita vontade do SENHOR. Tudo porque o fardo que você leva já não estará tão pesado.

Em Cristo, o recomeço e o caminho da nossa satisfação eterna.