sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Estou muito ocupado!

A Bíblia em um ano:
Êxodo 19-20
Mateus 18.21-35


“Sambalate e Gesém mandaram-me a seguinte mensagem: ‘Venha, vamos nos encontrar num dos povoados da planície de Ono. Eles, contudo, estavam tramando fazer-me mal; por isso enviei-lhes mensageiros com esta resposta: ‘Estou executando um grande projeto e não posso descer. Por que parar a obra para ir encontrar-me com vocês?’ Eles me mandaram quatro vezes a mesma mensagem, e todas as vezes lhes dei a mesma resposta.”
Neemias 6.2-4


O Senhor deu a Neemias algo grande para fazer e nada lhe tiraria daquele propósito. Convites, sedução, palavras, presentes, prestígios, afrontas, ou o que fosse, nada lhe faria descer da responsabilidade para com o Reino.

Por vezes somos confrontados com situações das mais variadas, principalmente motivadas pela inveja e pelo ciúme, de gente que precisa nascer de novo mas, em vez de buscar meios para isso, prefere se deixar usar como instrumento do mal para atrapalhar o trabalho que o Senhor nos confiou.

Ousadia, determinação e responsabilidade, mas também sensibilidade, paciência, mansidão. Esses sentimentos Neemias teve e assim, com destreza, conseguiu concluir com êxito a obra de restauração dos muros de Jerusalém. Neemias via os opositores à obra de Deus num lugar bem abaixo do dele. Ele não poderia descer até lá para dar-lhes atenção pois se desviaria do seu objetivo e ainda atrapalharia o andamento do trabalho.

As afrontas, as investidas, as maldades provocadas por quem não faz e ainda tenta atrapalhar nosso desempenho no Reino, também devem ser vistos como coisas bem abaixo daquilo que o Senhor nos tem dado. Não devemos nos deixar abater por nenhuma adversidade, nem mesmo quando tiverem origem naquelas pessoas que mais amamos e admiramos.

Maior é o Deus que é o Dono da obra. Bem maior que toda meninice, que toda tolice, que toda irresponsabilidade, que todo desafeto. Ele é o Senhor e garante que se nós nos empenharmos afinco ao que Ele tem nos responsabilizado, teremos bom êxito, e Ele mesmo é quem responderá por nós.

Que nossas respostas sejam sempre as mesmas: “Não posso dar atenção aos falatórios, à inveja, às críticas, nem às investidas. Não posso descer onde eles estão, pois agora estou muito ocupado, realizando uma grande obra juntamente com o meu Senhor!