quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Muito o que dar...

A Bíblia em um ano:
Gênesis 31-32
Mateus 9.18-38

“Louvem a Deus; Ele é o nosso Deus. Vocês viram com os seus próprios olhos as grandes e espantosas coisas que Deus fez em favor de vocês.”
Deuteronômio 10.21 - NTLH


Diante de todo o sofrimento a que já fui submetida nesta vida, cheguei a questionar muitas vezes se valia mesmo à pena continuar vivendo. Muitas vezes questionei o Senhor sobre o porquê da minha existência.

Só conhecendo Deus mais de perto, compreendendo a parte que nos foi dada a conhecer sobre o plano da salvação e a eternidade, e dispondo meu coração a ouvir a voz do Senhor, é que pude compreender quão importante é a existência de cada ser humano.

Ele não precisa ser um diplomata ou um governador para fazer e ter coisas grandes. Ele só precisa de Jesus. Parece pouco, mas este é o bem maior que alguém pode ter. parece insignificante, mas é tudo o que o homem precisa para ser feliz e ensinar o caminho da felicidade aos outros também.

O ser humano tem muito que receber de Deus e dos outros, mas também tem muito que dar. Ninguém é tão ninguém a ponto de não ter valor para alguém. E ainda que ninguém desse valor a alguém, esse alguém tem um lugar muito especial no coração do Deus que o formou e lhe deu a vida.

Por isso, o povo de Deus é sempre convidado a adorar o Senhor que não lhe desampara, que lhe ama e Se preocupa e pré-ocupa conosco. Ao olhar em redor, cada cristão pode perceber que é peça de grande importância em um sistema muito amplo e fundamental para a humanidade, organizado amorosamente pelas mãos divinas do Criador, a saber, a salvação.

Na verdade, cada ser humano pode verificar que sua permanência em vida tem um porquê, um propósito maior, que é a salvação. Nenhum de nós foi preservado até aqui por acaso. Mesmo com todos os nossos pecados, imperfeições e limitações, a graça de Deus tem mantido em nós o fôlego de vida, em uns para ajudar a salvar, e em outros para encontrarem a salvação.

Essa nossa passagem pela vida aqui é apenas um grãozinho de areia diante da infinda praia da eternidade. Nossas vidas não se resumem ao que temos e vivemos aqui. Um mundo maior, melhor e eterno nos espera, tal qual um mundo pior, terrível, porém igualmente eterno espera quem partir deste mundo sem a salvação de Jesus Cristo.

Com os nossos próprios olhos podemos olhar as coisas que o Senhor tem feito para nos sustentar e preservar até aqui. E se olharmos com um pouco mais de quebrantamento a atenção, podemos ver também a nossa contribuição para outras vidas. Ninguém de nós passa sem produzir nada, ou sem receber um pouco de alguma coisa. A maneira como reagimos a isso tudo é que ditará como serão nossos próximos dias.

Que a sua reação seja de louvor e gratidão ao Deus que tem pelejado em favor da sua vida e Se empenhado em prol da sua salvação.