sábado, 29 de janeiro de 2011

Deus Vivo

A Bíblia em um ano:
Êxodo 21-22
Mateus 19




“No dia da minha angústia clamo a Ti, porquanto me respondes.”
Salmos 86.7


Que coisa horrível para qualquer um de nós é falar com alguém que se mantém inerte, sem manifestar nenhuma atitude de resposta!

Contudo, o que temos observado por todo o mundo é que muitos homens e mulheres, de todas raças, tribos e nações, têm procurado socorro em imagens que não falam, não ouvem, não vêem, não se movem, não pensam, não sentem.

Isso, além de desobedecer completamente o mandamento do Senhor Criador, que nos ordena a não fazermos imagens de esculturas nem nos prostrarmos a elas (Êxodo 20.4; 1João 5.21; Marcos 12.29-30; Mateus 22.37), também ofende o Grande e único Deus e Rei de todo o Universo, por ser Ele o único Deus Vivo, Autor de tudo o que há, substituído por meras imagens que se quebram com facilidade e se desgastam pela ação do tempo, até que deixem de existir.

O único Deus Vivo e atuante chama-se Jeová. Ele existe antes de tudo e é o fim de toda a existência. Antes dEle nunca houve nada nem ninguém, e depois dEle também não há. Ele não nasceu e ninguém O criou. E isso nos dá a garantia que somente Ele pode ter controle sobre toda e qualquer situação. Por isso, somente a Ele devemos reportar as nossas orações.

Se tudo o que existe é criação de Deus, por que, pois, devemos confiar nas criações e não nAquele que foi poderoso e sábio para criá-las? Por mais perfeitas que sejam as obras da Criação, foi Deus – o Criador Eterno – quem lhes deu tal característica.

Nada há (nem ninguém), porém, tão perfeito como o próprio Deus Jeová. Dele vem a perfeição, nEle está a santidade. E ninguém há que mereça ser honrado(a) e adorado(a), haja visto qualquer ser de todo o cosmo ser apenas obra das mãos do único Deus Verdadeiro.

Aprendemos com Davi, portanto, que devemos entregar somente a Jeová nossas causas, nosso clamor, nossa gratidão, nosso louvor, porque somente Ele é o Deus Vivo e, portanto, somente Ele pode nos ouvir e abençoar.

Elevemos, pois, nossas vidas somente ao único Deus capaz de nos ouvir... e responder!