terça-feira, 11 de janeiro de 2011

No lugar ceto

A Bíblia em um ano:
Gênesis 27-28
Mateus 8.18-34


“Depois que Jesus nasceu em Belém da Judéia, nos dias do rei Herodes, magos vindos do oriente chegaram a Jerusalém e perguntaram: ‘Onde está o recém-nascido rei dos judeus? Vimos a Sua estrela no oriente e viemos adorá-Lo’. [...] Perguntou-lhes [o rei Herodes] onde deveria nascer o Cristo. E eles responderam: ‘Em Belém da Judéia’...”
Mateus 2.1-5


Os magos que foram visitar Jesus representam o povo não-judeu, isto é, homens que não professavam a mesma religião de Israel. Eram observadores dos astros, uma mistura de astrólogos com astrônomos, um pouco cientistas e um pouco feiticeiros. Hoje, um tipo do povo que vive no mundo [e até dentro das Igrejas] sem Jesus Cristo.

Quando foram perguntados pelo rei Herodes onde o Cristo havia de nascer, eles souberam a resposta exata: “Em Belém da Judéia”. No entanto, foram procurar o menino nascido Rei em Jerusalém, lá na sede do governo do rei Herodes.

Qualquer semelhança com os dias atuais não é mera coincidência. De fato, as pessoas sabem quem é Jesus, sabem que Ele é espírito, sabem que Ele é o Criador de tudo, mas querem encontrá-Lo nas riquezas materiais, nos bens, nos palácios.

Um dos motivos pelos quais Jesus foi colocado na cruz deve-se ao fato de não ser Ele o homem que tiraria Israel de baixo do julgo da escravidão romana. Jesus não veio montado num cavalo branco, com cavalarias e guarnição real. Ele não veio cheio das pompas de um rei nem ao menos nasceu em um palácio. Ele veio humilde, pobre, trabalhador, fazendo cumprir um reino sobrenatural, invisível, cujo acesso se dá pela fé e não pelas riquezas. Por causa disso, foi desacreditado por muitos que interpretavam as Escrituras Sagradas com uma visão meramente materialista, física, limitada.

Mas de tudo, os magos não se perderam do Senhor. Mesmo buscando Jesus no lugar errado, eles insistiram em encontrá-Lo. Eles queriam ver o Senhor e estar com Ele. E a estrela continuou brilhando para eles, os levou ao lugar certo e eles foram bem-aventurados.

Hoje, o Espírito Santo é essa estrela que nos conduz ao lugar certo onde Jesus está. Ele brilha e está sempre apontando para Jesus [João 16.13-14]. Se você está frustrado por não ter encontrando Jesus nos bens, nas riquezas, na prosperidade, nos rituais, nas promessas que o evangelho barato dos últimos dias tem lhe feito, olhe mais para o Espírito Santo. Busque Jesus nas coisas espirituais. Deixe o Senhor guiar você até o lugar santíssimo da adoração, onde o Mestre está.

Ele está numa casa humilde. Está dentro do seu coração. O Espírito Santo pode te mostrar isso, iluminando o local exato em que você pode encontrá-Lo e como você pode chegar até lá. Faça como os magos, que se permitiram guiar por Ele, O encontraram, depois voltaram por outro caminho.

Quem encontra Jesus pessoalmente, nunca mais será o mesmo.