sexta-feira, 11 de março de 2011

Solo Rochoso

A Bíblia em um ano:
Deuteronômio 14-16
Marcos 12.28-44


“Porque Deus já pôs Jesus Cristo como o único alicerce, e nenhum outro alicerce pode ser colocado.”
1Coríntios 3.11 -NTLH


Certa vez assisti uma palestra no Instituto de Arquitetos do Brasil. Um dos palestrantes – mestre em arquitetura – explicou quem numa mesma rua as fundações para se construir um edifício dentro das normas da engenharia civil são diferentes.

Por causa do aclive ou do declive e também da variação da profundidade do solo rochoso entre outros fatores, as perfurações também variam de profundidade até em uma mesma casa. Importa que os operários e/ou as máquinas cheguem até a camada rochosa para que se possa começar a erguer o edifício com segurança. E se for necessário, de um lado da casa certas perfurações terão medida mais rasa ou mais profunda que do outro lado, até que se alcance a base segura. Essa variação é ainda maior e mais provável quando em casas diferentes e lugares diferentes.

Sublime comparação à segurança que Cristo nos dá enquanto alicerce de toda a nossa edificação espiritual! Ele é a Rocha que garante toda a sustentação que precisamos para não desmoronar em tempos difíceis, e para oferecer abrigo seguro a quem precisar.

Eu não sinto nenhum conforto, segurança ou prazer de entrar em ruínas de casas que podem desmoronar a qualquer momento sobre a minha cabeça. Sei o risco que corro e, honestamente, não gosto de correr riscos. Creio que você também não. Na verdade, ninguém gosta.

Pessoas também são assim com outras pessoas. Elas procuram gente segura, gente que tenha estrutura firme e possa lhes auxiliar da maneira correta em tempos difíceis ou incertos. Cristo Jesus é a única garantia que o cristão poderá ser ou fazer isso pelos outros. Se Ele não for o alicerce das nossas vidas, nossas palavras se perdem com o tempo, nossos conselhos não fazem muito sentido, nossas atitudes se contradizem. Não há segurança que atraia outras pessoas no nosso modo de viver. Nossa casa, quando erguida sobre a areia, a qualquer momento pode desmoronar. As rachaduras nas vigas e colunas, a inclinação de algumas paredes, o emperramento de portas e janelas são sinais visíveis disso. E causam sensação de medo em vez de segurança.

Por isso o cristão deve sempre perfurar um pouco mais, até que todo o seu modo de viver esteja estruturado sobre o Alicerce Rochoso que é Jesus Cristo. Em alguns campos de sua vida será mais fácil estruturar-se mas, em outros, anos e anos serão necessários até que se alcance a solidez do Senhor. Por isso muitas coisas são tão demoradas para acontecer em nossas vidas. Importa que alcancemos Cristo e tudo seja erguido sobre Ele. Assim, nada se perderá.

Se outras pessoas já passaram à nossa frente e já estão vivendo as promessas de Deus enquanto ainda estamos cavando buracos, não vamos esmorecer ou nos desesperar. Chegará a nossa vez de construir também. Se nossas escavações estão indo de encontro a Cristo, estamos trabalhando na direção certa e da maneira certa. Com paciência vamos nos aprofundando pelas paredes do Evangelho até chegar ao Solo Rochoso.

Quando as máquinas alcançam as rochas, todos os operários se alegram, porque sabem que já podem começar a erguer uma belíssima edificação com segurança e certeza de êxito na sua construção, seja ela que tamanho for.