sábado, 2 de abril de 2011

Nossa posição de servos

A Bíblia em um ano:
Juízes 16-18
Lucas 7.1-30

“Há um só legislador e juiz, aquele que pode salvar e destruir; tu, porém, quem és, que julgas ao próximo?”
Tiago 4.11


Todo ser humano perde sua identidade quando assume o caráter de outra pessoa e não atenta para sua própria personalidade. Contudo, muitos de nós, cristãos, insistem em ocupar uma posição de legislador e juiz que não lhes pertence...

Primeiro, porque o homem é criatura, e não Criador. Como todos os outros seres que há, ele também pode ser julgado por seu Criador.

Segundo, porque tamanha glória e honra não caberia em nossos corpinhos mortais e frágeis.

Terceiro: se todos julgássemos, a quem haveríamos de condenar, sendo todos juiz?

Conclusão: A Deus – e somente a Deus – cabe legislar, julgar e condenar ou absolver o mundo. Aos cristãos cabe ajudar o caído a se levantar, o desesperado e aflito a encontrar paz em Jesus, o perdido a encontrar salvação.

Nossos desejos e impulsos muitas vezes nos levam a produzir atitudes que culminam em extrema confusão para nossas vidas, material e espiritualmente. Que Jesus Cristo nos ensine, a cada dia, a humildade, o respeito ao próximo e ao Senhor, e a entendermos o quanto somos úteis para o Reino de Deus ocupando a nossa posição de servos.