domingo, 29 de maio de 2011

Até o fim e com excelência!

A Bíblia em um ano:
2Crônicas 7-9
João 11.1-29


“Tendo-o provado, Jesus disse: "Está consumado! " Com isso, curvou a cabeça e entregou o espírito.”
João 19.30


Existem tantas coisas que nos dão prazer fazer... Ao tempo que tantas são tão desagradáveis e sacrificantes...

Agradáveis ou não, o importante é que o cristão realize com excelência tudo o que lhe chegar às mãos, cumpra todas as suas responsabilidades com a sua melhor dedicação, a sua melhor intenção, a sua melhor vontade.

Nós temos a tendência de desistir antes de terminar ou de “acabar mal acabado”, quando perdemos mais do que ganhamos num projeto. Temos a tendência de fazer de qualquer jeito ou damos um jeito para não fazer, quando realizar algo exige um pouco mais de nós.

Jesus é o melhor exemplo que temos, de alguém que executou uma grande missão dando tudo de Si por nós e recebendo nada em troca. E o fez sem reclamar, sem titubear e com incomparável excelência: Ele morreu numa cruz, dando Sua própria vida para resgatar a nossa.

O que O levou a isso? A Bíblia diz que foi o amor.

Foi penoso para Ele? Sem dúvidas!

Valeu à pena o sacrifício? O fato de estarmos vivos hoje e de termos a esperança de passarmos a eternidade no Céu com Ele é a prova mais concreta que valeu muito à pena.

O amor de Jesus, que assina todas as suas ações e modo de viver, também configurou o mais sublime ato de misericórdia que alguém já demonstrou por nós, e gerou o mais perfeito gesto de adoração que alguém já ofereceu a Deus. Sua obra, que iniciou-se com terríveis dificuldades para o Seu nascimento, desenvolveu-se sob intenso combate contra o mal, e completou-se com horrenda morte numa maldita cruz. Mas Ele completou Sua obra. E completou-a com excelência!

“Tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para o Senhor, e não para os homens, sabendo que receberão do Senhor a recompensa da herança. É a Cristo, o Senhor, que vocês estão servindo.” (Colossenses 3.23 - NVI)

Nem sempre é fácil fazer algo para alguém, principalmente se pensamos que esse alguém não merece nossos esforços em seu favor. Mas Deus via que nós não merecíamos nenhum de Seus esforços em nosso favor e, ainda assim, fez por nós o que ninguém jamais pôde ou desejou fazer. Não foi fácil para Ele também abrir mão do Seu único Filho. Mas Ele o fez de coração, e foi até o fim na Sua decisão.

Sabe aquele serviço que ficou por fazer lá no seu local de trabalho? Conclua-o tão logo você volte a trabalhar. Lembra daquela ajuda que alguém carente te pediu? Não recuse a oportunidade de mostrar Jesus a ela ajudando-a como puder. Há alguma coisa que você precisa concluir mas não tem tido ânimo? Lembre-se que se Deus tivesse desanimado hoje você não estaria aqui.

Quando o universo pensou que Ele havia sido derrotado, Jesus ergueu Sua cabeça e declarou: “Tudo está completado!” (João 19.30 – NTLH). A obra não se perdeu. O projeto não se frustrou. Ele concluiu a dolorosa obra de nos salvar, e o universo teve de honrá-Lo por isso.

Agora, vamos seguir Seu exemplo e prosseguir até o fim com as missões que temos de realizar dia após dia, sejam elas grandes ou pequenas, agradáveis ou não.

O Espírito Santo está conosco nos auxiliando de todas as formas, para garantir que Deus ouça a mesma coisa de nós.