sexta-feira, 27 de maio de 2011

O mesmo Deus

A Bíblia em um ano:
2Crônicas 1-2
João 10.1-23



“Pelo contrário, fiquem assustados por minha causa e tenham medo de mim, pois eu, o SENHOR Todo-Poderoso, sou santo. Eu serei um templo para abrigar vocês; serei também uma pedra e uma rocha que fará com que os povos de Judá e de Israel tropecem e caiam; serei uma armadilha e um laço para pegar os moradores de Jerusalém. Muitos tropeçarão, cairão e se despedaçarão; ficarão presos nessa armadilha.”
Isaías 54.4-6-NTLH


O mesmo Deus que ama e consola com ternas palavras também corrige sem fazer distinção.

O mesmo Deus que surpreende por Sua glória também caminhou no meio dos homens como o mais humilde deles.

O mesmo Deus que levanta o caído, fortalece o fraco e alegra o oprimido também abate o inescrupuloso, desmascara o falso e humilha o exaltado.

O mesmo Deus que derrama Graça sem medida sobre todos também exerce justiça indistinta sobre todos.

O mesmo Deus que abriga o justo como um templo forte e inabalável também serve como armadilha e faz o ímpio ser pego nela ao ser confrontado com Sua sabedoria e poder.

O mesmo Deus que é referência de santidade também serve como pedra de tropeço e rocha de escândalo aos homens de duro coração, que questionam Seu caráter.

Mas não se trata de um Deus de duas faces, e sim de um Deus equilibrado. Um que não é bonzinho que é conivente com os erros dos seus filhos, usando de um incrível paternalismo emotivo que estraga qualquer pessoa. Mas um Deus que é Bom, que age pelo uso correto e comedido da razão, e que trata cada ser humano da maneira exata que precisa ser, ainda que aos nossos olhos pareça haver injustiça para com muitos. [Só Deus conhece o coração do homem e sabe com precisão como deve tratá-lo.]

O mesmo Deus que guarda e abençoa os Seus filhos também afronta e vence Seus inimigos.

A questão, então, não é Deus, e sim nós. Somos a parte que está sendo abençoada por Deus ou a que vive à margem da Sua Graça? Como tem sido nosso estilo de vida para com este Senhor: Temos sido iluminados pela Sua retidão ou tropeçado nela?

É tempo de refletir e mudar para melhor com urgência. É tempo de rever onde temos colocado Deus em nossas vidas. Pois, o que Seus olhos têm visto em nós: filhos ou desconhecidos?

É tempo de reconsiderar nosso relacionamento com o Senhor e mudar de posição, para diminuir cada vez mais nossa distantes do Senhor.

Pois o mesmo Deus que abriu a porta da Graça também é o Dono da mão que vai fechá-la para sempre.


"Pai, abra meus olhos e mostre-me o que preciso melhorar no meu relacionamento para Contigo. Chames minha atenção para conceitos e posturas que preciso rever. Ajuda-me a me empenhar em santidade e conhecimento do Senhor, para que as Tuas graças não me faltem e a Tua presença seja constante em minha vida. Ajuda também cada um dos Teus filhos e filhas espalhados por todo o mundo, para que nossa alegria seja uma naquele grande dia, quando o Senhor nos convidar para entrarmos pelos portões celestes antes de fechá-los. Faço este clamor no nome do Cristo que morreu nossa morte para que tivéssemos Sua vida eterna. Amém."