domingo, 15 de maio de 2011

Poder transformador

A Bíblia em um ano:
2 Reis 22-23
João 4.31-54

“Porque o Reino de Deus não consiste em palavras, mas em poder.”
1Coríntios 4.20


Quando Jesus Cristo esteve encarnado entre nós, Ele anunciava o Reino de Deus ao mundo com grande eloqüência e persuasão. Embora outros grandes e ungidos profetas de Deus tenham se manifestado aos homens e também anunciado acerca da gloriosa pessoa e o incomparável amor de Deus e da graça da salvação, Jesus Cristo realmente foi o maior profeta que a humanidade já contemplou.

Porém, diferentemente de muitos homens e mulheres que participam ao mundo o Evangelho, Cristo não só falava do Reino como também fazia demonstrações do poder do Reino entre os homens para que eles contemplassem, na prática e pessoalmente, que as palavras do Senhor eram sinceras.

Atualmente se vê muitas igrejas, muitas pregações, muitos cantos... e pouco poder. O Deus que Jesus pregou é o mesmo que nós pregamos hoje (Malaquias 3.6). Mas a manifestação de milagres em nosso meio já não se compara àquela época, embora o número de servos tenha crescido espantosamente em todo o mundo. Uma vida prática de busca, de jejum, oração e meditação sobre Palavra de Deus promoveram a diferença nesses homens e pode promover a diferença em nós também. Essa diferença é a comunhão, que é obtida quando nos dispomos a nos esvaziar de nós mesmos na presença de Deus para que Ele nos preencha e transforme segundo Seus intentos e padrões de santidade.

A comunhão de Paulo com seu Deus fez diferença em sua vida, “de sorte que lenços e aventais eram levados do seu corpo aos enfermos, e as doenças os deixavam e saíam deles os espíritos malignos” (Atos 19.12). A comunhão incomparável de Cristo com o Deus a quem pregava fez a diferença também: “E ainda muitas outras coisas há que Jesus fez; as quais, se fossem escritas uma por uma, creio que nem ainda no mundo inteiro caberiam os livros que se escrevessem” (João 21.25).

A nossa comunhão com Deus pode fazer a diferença hoje! E o mundo poderá ver através de nós o poder que vem de Deus... poder que cura enfermos, liberta cativos e oprimidos, levanta cansados e caídos, restaura famílias e lares desfeitos, expulsa demônios, transforma e salva drogados, prostitutas, ladrões e assassinos, regenera os mais diversos tipos de caráter, aviva esperança, ressuscita mortos, dá visão aos cegos, voz aos mudos e audição aos surdos...

Falar não significa nada. Demonstrar o poder que vem de Deus é o que faz toda a diferença!