quinta-feira, 2 de junho de 2011

Bendito Tesouro

A Bíblia em um ano:
2Crônicas 17-18
João 13.1-20


“Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração.”
Mateus 6.21


Pessoas prudentes depositam seus dinheiros em bancos, não embaixo de colchões. Elas guardam suas joias em cofres e não em caixinhas de música. Cuidam bem de todos os seus pertences caros, e não usam com desperdício.

Mas muitas pessoas que dizem ter Jesus não têm o mesmo zelo. Elas jogam Jesus para o final da fila, amontoam um monte de coisas [aparentemente] mais importantes sobre Ele, deixam-No rolando por aí e depois têm enorme dificuldade para encontrá-Lo quando precisam usá-Lo.

Ei, Elaine! Jesus não é nenhum objeto para que você fale dEle dessa maneira!” – Certamente você está pensando. E eu concordo plenamente com você. Mas outras pessoas – na verdade, a grande maioria delas – não pensam assim. Ou, melhor, não agem assim. Tratam Jesus como se Ele fosse mesmo um objeto que é usado de tempo em tempo, conforme a necessidade ou o interesse de cada um. [Honestamente, espero que você não seja uma dessas pessoas.]

Lamentável, não? Pois, trata-se de tesouro tão caro, de grandeza incomparável, que deveria ser guardado a sete chaves dentro das nossas almas, mas tem sido trocado por quinquilharias materiais e vãs, tão inúteis para a salvação do homem que seus limites se encerram quando a vida do homem também se encerra (Eclesiastes 9.10; Marcos 13.31).

Às vezes, nós não desvalorizamos tanto a pessoa de Cristo, mas também não O entesouramos com o devido valor. Nosso tesouro, muitas vezes, está em bater papo pelo Orkut ou MSN, e nosso coração fica restrito a esses diálogos, quando o Rei do Universo Se dispõe a conversar conosco e ouvir, orientar e esclarecer, sobre qualquer assunto que levemos a Ele, sem nenhuma restrição ou julgamentos (Jeremias 33.3).

Às vezes, nossos tesouros são nossos amigos, e nosso coração parece depender deles para se sentir bem, ao tempo que o Rei de toda Glória nos convida a caminhar ao Seu lado e desfrutar de Sua doce companhia a cada instante (João 15.15; Mateus 28.11; Romanos 8.14).

Mesmo juntando tesouros no Céu, muitas vezes trocamos o mais importante deles por alguns tesouros daqui da terra. Mas isso não deve ser assim, pois Jesus é o bem maior, o tesouro mais caro, o primeiro da lista que devemos ter no Céu e na terra.

A amizade com o Senhor é muito mais enriquecedora, segura e prazerosa que qualquer coisa que o mundo possa nos oferecer aqui. E melhor: é de graça! Portanto, entesoure-a. Cultive-a com todo o seu amor. Guarde-a como a prioridade da sua vida. Proteja-a de qualquer influência que possa atrapalhá-la.

Nós podemos perder tudo aqui neste mundo, mas se Esse Bendito Tesouro estiver guardado em nossos corações, seremos sempre os mais ricos de todos.