quarta-feira, 20 de julho de 2011

Chamado recente

A Bíblia em um ano:
Salmos 26-28
Atos 22



“Vinde a Mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei.”
Mateus 11.28


Conheço um Pastor que sempre repete sobre os púlpitos por onde tem pregado a Palavra de Deus quando se refere à eficiência e ao prazo de validade da Bíblia: “A Bíblia permanece tão recente que até parece ter sido escrita hoje pela manhã... quase podemos sentir o cheiro de sua tinta fresca.”

Realmente é impressionante como somos tocados interiormente ao lermos as mensagens que a Bíblia nos ensina! E ainda mais impressionante é o fato de, um mesmo versículo falar de diversas formas conosco, de acordo com nossa situação, e sem perder seu significado original!

É maravilhoso, diante de tantos problemas e sofrimento que temos nesta vida, abrirmos a Bíblia todos os dias na passagem em que meditamos hoje e encontrar Jesus refazendo o convite para cada um de nós: “Vinde a Mim!”; “Venha... Me entregue tudo! ...Me entregue todas as tuas dores, as tuas iniqüidades, o teu cansaço, a tua opressão, a tua falta de paz... Me entregue tudo o que está te entristecendo! Vamos! Deixe que eu Me viro com isso! Eu posso te aliviar... mas vinde!”

Ele Se prontifica a sanar tudo... Nossa parte é irmos a Ele confiantes que Ele é poderoso para nos abençoar e aliviar.

Pesa-me, porém, observar que nossa insensibilidade e nossa ingratidão não nos permitam fazermos nada por Cristo, embora Ele Se disponha a fazer tanto por nós e sempre! Tão sozinho Ele esteve mas sempre pronto a fazer tudo o que fosse necessário para que pudéssemos ter um pouco de paz e a certeza de refazermos o elo com Deus.

Tantos de nós são os que se dirigem ao Senhor Jesus somente para pedir, e nunca (ou muito pouco) para oferecer!

E ainda assim Ele permanece nos dizendo todos os dias: “Vinde!... Eu estou aqui, esperando por você!”

Fico pensando: como Ele é corajoso! Até hoje permanece sozinho carregando todo o nosso fardo sobre Si.

Recordo que esteve sozinho no Getsêmane intercedendo por nós; depois, sozinho levando Sua rude e pesada cruz; sozinho pendurado nela lá no Calvário, sozinho nas profundezas da terra, sozinho vencendo o inferno... Sozinho ao retornar à vida!

Mas para retomar o Seu Reino à Glória da eternidade, por justo merecimento que o Senhor Jesus Cristo tem, Ele não quer ir sozinho. Se permanece nos convidando hoje para nos achegarmos a Ele em todo o tempo, é porque quer dividir conosco a honra de reinarmos com Ele para sempre.

Não é estranho o fato de todos quantos foram a Ele e Lhe entregaram o fardo do mundo para tomarem sobre si o jugo suave e o fardo leve que Ele tem a nos oferecer, tenham se apaixonado por Ele de tal maneira a nunca mais quererem se afastar dEle!

Ele realmente é o Senhor... Surpreendente, maravilhoso e incomparável!

A maior decisão que você faz na vida é a de ficar com Jesus.