quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Caminhando na Luz

A Bíblia em um ano:
Salmos 79-80
Romanos 11.1-18



“O homem que está em honra, e não tem entendimento, é semelhante aos animais, que perecem.”
Salmos 49.20


Certa vez, ao terminarmos um culto a Deus em uma igreja que visitávamos, eu e uma amiga fomos orar por algumas pessoas que nos procuraram. Enquanto eu orava e aconselhava uma irmã, minha amiga foi até abordada por uma pessoa ímpia que, no momento, parecia lúcida, porém, demonstrava claramente ser usuária de drogas ilícitas e também de álcool.

Nessa ocasião, aquele rapaz (diga-se de passagem, completamente desgastado pela ação maligna em sua vida) disse à Valéria, numa atitude de afronta: “Pergunte-me o que quiser sobre a Bíblia que eu sei te responder!”. E a resposta dela foi uma pergunta curta e objetiva, mas que não poderia ser mais apropriada para aquela situação. Ousadamente ela respondeu perguntando: “O que adianta você saber a Bíblia de cor e ir passar a eternidade no inferno?”

Pessoas do mundo estão acostumadas a usarem sua própria força, sua própria sabedoria para resolverem suas vidas. E a triste verdade é que dentro das igrejas também há muitos crentes que fazem o mesmo. Alguns, inclusive, chegam a bater no peito dizendo ter lido a Bíblia mais de dez vezes, contudo, a prática da Palavra de Deus em suas vidas tem sido irrelevante.

A própria Bíblia chega a nos alertar que, por mais honra que o homem possua, se ele não possuir entendimento, torna-se como um animal, que usa de sua própria força para sobreviver (até o momento em que se cansa e se vê forçado a se render ao cansado e, conseqüentemente, à derrota), que luta com insanidade e irracionalidade, que age por impulsos, que não sonha nem estabelece objetivos futuros mas duela contra tudo e contra todos somente visando o agora, que não mede conseqüências dos seus atos, que vive se afugentando dos seus inimigos mortais...

Jesus nos ensina: "Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus" (Mateus 22.29). Mas Ele nos ensina também a praticar a Palavra, e não somente a conhecê-La: “Sede cumpridores da Palavra e não somente ouvintes, enganando-vos com falsos discursos” (Tiago 1.22).

O entendimento que o homem precisa está contido em Jesus Cristo. Ele é a Verdade (João 14.6) e é Ele quem tornará o homem apto a ser honrado diante do mundo. A exaltação que o mundo dá ao homem não se compara ao que Cristo pode fazer na vida de todos que se prontificam a conhecer e praticar Sua Palavra.

Pode até parecer demorado e não colhermos frutos dessa prática constante da Palavra nesta terra... Mas vale à pena, porque os tesouros que Deus tem reservados para os Seus redimidos são celestiais (não terrenos) e eternos (não perecíveis, como tudo o que se pode receber deste mundo).

Nós não tropeçaremos na escuridão deste mundo, se caminharmos na luz da Palavra de Deus.