sábado, 13 de agosto de 2011

Coração servil

A Bíblia em um ano:
Salmos 84-87
Romanos 12




“Quem Me serve precisa seguir-Me; e, onde estou, o Meu servo também estará. Aquele que Me serve, Meu Pai o honrará.”
João 12.26


Quem serve Jesus não fica preso entre as quatro paredes do templo onde congrega, nem se tranca no seu mundinho pessoal, junto à sua roda de amigos íntimos e familiares mais chegados.

Na Bíblia, Jesus não é encontrado enclausurado, com medo de contaminar Sua santidade, mas no meio de pobres, de pescadores, de publicanos, de pecadores, de doentes de todas as espécies, de gente que nós tendemos a excluir quando contraria nossas expectativas.

Ainda bem que Jesus não age como nós, não é? Fosse Jesus partidarista como nós, interesseiro como nós, altivo ou hipócrita como nós, o que seria de mim e de você, sem a servidão do Senhor que Se importa com os mais necessitados?

Os ricos e grandes, os poderosos da terra, sempre têm quem os sirvam. Mas e os pequenos, os necessitados, os pobres? Os santos e bonzinhos têm sempre quem os ame. Mas e os pecadores, os malvados, os antissociais?

O Rei dos reis Se fez servo para atender à necessidade de salvação de todos e auxiliar aqueles que O amam e seguem. O Grande Senhor Se fez pequeno para mostrar aos homens que o mistério do amor de Deus Infinito é simples e cabe em nossos corações.

Um fato notável é que, quando mais servimos ao Senhor Jesus com nossos dons e talentos [que dEle e para o louvor dEle mesmo recebemos], mais nós queremos estar com o Senhor e fazer o que Ele faria. Quanto mais nos dispomos a ser instrumentos nas mãos de Deus, mais queremos nos parecer com Ele e fazer o que Ele faz.

Se você tem dúvida do que falta em sua vida para ser como Jesus, olhe para os carentes que congregam com você. Todos são crentes, mas nem todos são santos. Todos são chamados, mas muitos ainda não foram escolhidos. Olhe para todos os necessitados que você encontra no seu trabalho, nas ruas, na sua própria família. Olhe para todos eles e lembre que você tem o que oferecer a eles.

Dê-lhes a Palavra da Verdade que você guarda em seu coração. Dê-lhes bons conselhos, como aqueles que Jesus já te deu. Quando possível, dê-lhes também o pão, a veste, o amparo. Dê-lhes o que você puder, através daquilo que Deus já te deu. Você servirá a Jesus, inevitavelmente estará onde Ele está, e consequentemente será honrado por Deus, aqui na terra e no eterno Céu.

Tereza de Calcutá compreendeu isso muito bem, e você também deve saber que seu trabalho pode até parecer uma gota no oceano, mas sem essa gota, certamente o oceano seria menor.


"Como é bom Te servir, Senhor Jesus! Como é bom ser um instrumento nas Tuas mãos e ser usado para abençoar outras vidas! Ainda que pareça que o que faço não está fluindo como deveria, o Senhor sabe até onde vai o poder da minha adoração, que pode ser expressa em todo o meu estilo de vida, e também pelos dons e talentos que o Senhor me deu. Não sou Teu copeiro real, não faço Tua guarda, nem trabalho no Teu palácio. Mas sirvo-Te fazendo bem aos necessitados materiais e espirituais. Neles Tu estás nu, com fome, com sede, aprisionado, doente (Mateus 25.34-46). Ajuda-me a expressar sempre o Teu amor e a auxiliar quem precisa, ainda que seja somente entoando um louvor que vá de encontro à necessidade do seu coração, ou dando-lhe um conselho amigo e bíblico. Ajuda-me a compartilhar também o que há na minha panela, a fazer muito mais do que falar, a prover em vez de apenas orar. E que este espírito servil se ache no íntimo de todos os meus irmãos em Cristo, de todo o povo que se chama pelo Teu nome. Em nome de Jesus, eu oro. Amém."