domingo, 23 de outubro de 2011

...Somente em Deus!

A Bíblia em um ano
Jeremias 1-2
1Timóteo 3




“A minha alma espera somente em Deus; dEle vem a minha salvação. (...) Confiai nEle, ó, povo, em todos os tempos; derramai perante Ele o vosso coração. Deus é o nosso refúgio.”
Salmos 62.1,8


O nosso relacionamento com Deus não pode ser superficial.

Você já viu um médico que trata uma ferida sem conhecê-la, isto é, sem vê-la?

Certamente a sua resposta será um audível “não”.

Como, pois, há pessoas que dizem confiar que Deus pode curá-las espiritualmente e transformá-las numa nova criação, se nunca apresentaram os seus corações a Deus?

Quando chegamos a Deus e somos iluminados por Sua luz, é que então podemos enxergar o verdadeiro estado espiritual em que nos encontramos. E quanto mais nos aproximamos dEle, mais fácil localizamos pequeninas e grandes feridas que nos surpreendem porque não sabíamos que existiam ou, até, sabíamos mas as ignoramos ou estavam bastante ocultas e esquecidas em nosso ser.

Deus, em Sua onisciência e onipotência, certamente conhece os detalhes de cada uma dessas feridas. Mas é a nossa confissão que Lhe permitirá tocá-las e curá-las, porque “se confessarmos nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça”, e “aquele que confessa e deixa alcançará misericórdia” (1João 1.9; Provérbios 28.13).

Quando derramamos o nosso coração perante o Senhor, veremos com alegria que Sua reação não será sorrir dos nossos pedaços deteriorados jogados aos Seus pés, nem juntar os pedaços e emendá-los; tampouco ignorá-los ou pisar sobre eles. Não. O Senhor tocará cada um dEles com Suas mãos para sará-los, com amor e paciência. Se dedicará até que tenhamos um coração novo, completamente regenerado.

Deus Se preocupa em não deixar resquícios do passado amargo encravados em nossas vidas, mas Ele perdoa todos os nossos pecados e os lança no mais profundo mar, onde ninguém os pode alcançar (Miquéias 7.19).

É por isso que nosso relacionamento com Deus não pode ser vivido à distância nem esporadicamente. Mas íntimo e constante. É com essa prática de busca e diálogo permanente com Deus que O conheceremos melhor, perceberemos Seu trabalho em nosso favor e aprenderemos a confiar nEle, certos que Ele jamais maquinaria o mal para nós. Seus pensamentos são de paz, e não de mal (Jeremias 29.11).

Ele Se tornará o nosso refúgio e já não haverá mais barreiras entre nós, quando aprendermos a confiar e esperar somente nEle em todo o tempo.