segunda-feira, 31 de outubro de 2011

A tela da vida

A Bíblia em um ano
Jeremias 21-23
Tito 1



“Pois vocês sabem que não foi por meio de coisas perecíveis como prata ou ouro que vocês foram redimidos da sua maneira vazia de viver, transmitida por seus antepassados, mas pelo precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro sem mancha e sem defeito, conhecido antes da criação do mundo, revelado nestes últimos tempos em favor de vocês.”
1Pedro 1.18-20



Às vezes, eu vejo uma tela branca sobre o cavalete, e tenho imenso desejo de pintá-la. Há meses está lá, vazia, sem cores, sem vida, incapaz de alegrar ou enfeitar algum ambiente. Porém, muitas vezes sou obrigada a adiar meus planos de pintá-la, por vários motivos, dentre os quais, cansaço, falta de tempo ou mesmo falta de inspiração.

Ainda bem que Deus não é humano! Ele é Deus, dono da força e do poder, senhor do tempo e fonte absoluta de inspiração. Ele não Se cansa, não Se limita ao tempo mas tem todo tempo do mundo para nós, nem jamais perdeu o Seu interesse por nós, ou a Sua inspiração para fazer de nós uma nova criação, tampouco o Seu desejo de nos resgatar, libertar, transformar e salvar.

Embora Ele nos veja como telas brancas, sem vida e vazias, sem cores e sem alegrias, num canto, desprezadas, à espera de uma transformação, o Senhor sabe o imenso valor que cada uma de nós Lhe custou e como o maligno tem tentado nos manter nessas condições, distantes do nosso Senhor.

Distantes do Senhor, de fato, somos assim: telas sem valor ou, cujo valor, foi drasticamente diminuído pelos danos causados pelo pecado. Mas depois que as mãos do Divino Mestre pintam em nós as cores que alegram os Seus olhos, a saber, as cores santidade, amor, comunhão, humildade, obediência e a cor alegria, entre outras, passamos a ter valor, a compor a galeria das obras mais caras que podem existir: a galeria de obras assinadas pelo Rei do Universo.

As cores do Reino. É isso o que o Grande Autor da Vida quer pintar nas telas vazias dos nossos corações. A única coisa que pode Lhe impedir é a nossa própria vontade. Como eu disse, o Senhor não tem limitações, mas nós impomos limites ao Seu agir quando sobrepomos nossa vontade à dEle. E Ele nos ama tanto, que não viola nossas decisões, mas respeita-as. Se escolhermos viver longe dEle, permaneceremos num canto, sem vida, parados, sem destino e sem valor. Ao contrário, se entregarmos nossas vidas a Ele, o Deus que sabe o alto preço que pagou por essas telas em branco lhes transformará em preciosas obras de arte da pinacoteca celestial.

Michelangelo, Da Vinci, Monet, Renoir, Picasso, e todos os outros grandes nomes da arte juntos. Nenhum deles pode compor uma tela com a perfeição e o amor que Deus compõe nossas vidas. E nem mesmo todas as obras de arte de valor deste mundo juntas somam o preço de uma vida salva e transformada por Deus.

E se as obras dos grandes pintores do mundo são avaliadas em cifras exorbitantes, imagine, se puder, quanto pode valer uma obra assinada pelo Deus Criador que deu a vida e os dons de todos eles...