domingo, 13 de novembro de 2011

Deus de surpresas e de superação

A Bíblia em um ano:
Lamentações 1-2
Hebreus 10


“O vento sopra onde quer. Você o escuta, mas não pode dizer de onde vem nem para onde vai. Assim acontece com todos os nascidos do Espírito.”
João 3.8


Pessoas, para direcionarem outras pessoas, tentam produzir em todas elas o mesmo padrão de comportamento. É fácil e é, na verdade, o único jeito de uma pessoa conseguir encaminhar várias pessoas ao mesmo tempo e com o mesmo êxito.

Por isso, pessoas que não dependem de Deus conseguem prever um pouco dos próximos acontecimentos da sua vida, não porque sejam videntes, mas porque seguem o mesmo ritmo e batalham sempre pelas mesmas coisas: sucesso, crescimento material, prazeres, elogios, reconhecimento.

Deus não é assim. Ele trabalha individualmente em cada pessoa, de acordo com sua necessidade. E Ele faz isso ao mesmo tempo nos milhões e milhões de pessoas que estão caminhando à Sua luz.

Mas Ele não permite ao homem prever os próximos cinco minutos da sua vida. Primeiro, por uma questão de fé, para que o homem aprenda a confiar e depender totalmente do Senhor. Segundo, porque Deus é um Deus de surpresas e de superação.

Ele quer que vivamos um dia de cada vez, e dediquemos nosso melhor nele. O próximo, Ele orientará e, certamente, nos surpreenderá com uma novidade que, ainda que pareça pequena, tem um grande peso pedagógico para nossas vidas.

Nós, que dependemos da direção e do agir do Senhor, não podemos ver nada adiante dos nossos olhos, e sabemos que é porque Deus está à nossa frente, arrumando tudo com perfeição e santidade. Quando Ele Se retirar e nos mostrar Seu trabalho, então, nossos olhos verão quão surpreendente e glorioso é o que Ele esteve preparando amorosamente para nós.

Nós não temos certeza de nada, a não ser que tudo dará certo. Nós não conhecemos nosso futuro, mas sabemos que, se Deus está no controle de tudo, nosso próximo dia será ainda melhor do que hoje. Porque os filhos de Deus não têm uma ideia imediatista e materialista inculcada em suas mentes, e assim se acomodam com o pouco que esse mundo pode oferecer.

Não. Os filhos de Deus são guiados pelo sopro do Espírito Santo, e vão caminhando de glória em glória, enfrentando mudanças e vencendo desafios, até que chegam ao Céu com a honra de uma nobre missão cumprida com excelência.