segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

O casamento dos séculos

A Bíblia em um ano:
Levítico 1-5

By Elaine Cândida, com imagens do Google.


“ O Espírito e a Noiva dizem: ‘Vem!’ E todo aquele que ouvir diga: ‘Vem!’ Quem tiver sede, venha; e quem quiser, beba de graça da água da vida.”
Apocalipse 22.17


Ontem fui ao casamento de uma irmã em Cristo de quem fui professora e conselheira na EBD quando criança, quando adolescente, quando jovem, no ministério de pandeiristas, e mais recentemente no ministério de louvor... É alguém por quem tenho grande estima e consideração, e é uma referência para os jovens de qualquer lugar. O (agora) esposo dela, é um docinho; um jovem enviado pelo Senhor para desposá-la... E se é de Deus, é uma grande bênção! (Ele e seus pais também congregam conosco há alguns anos.)

Pois bem...

Vi de perto o corre-corre da Renata e do Bruno há alguns meses, e os cuidados com cada detalhe dos preparativos para esse casamento. Vi os dois se doarem a essa causa, de forma que a Renata (principalmente) emagreceu bastante. Porém, a alegria nesses dias de preparação, mesmo com tantas adversidades que lhes causaram muitos aborrecimentos e choros, era bem maior e compensava, em ampla escala, todos os momentos desagradáveis que um evento como esse sempre enfrenta.

Por vezes ela me fez algumas confissões sobre os problemas que estava enfrentando para se casar. Mas sempre que alguma coisa dava certo, a emoção nos seus olhos, sorriso e palavras expressava que tudo valeu à pena, e que nada ia impedir esse evento que o Senhor abençoou nas vidas deles. Na verdade, desde antes o Senhor já lhes estava abençoando com tantas providências. Desde o apartamento onde eles morarão até as próprias refeições servidas na festa... Tudo teve a providência do Senhor Jesus Cristo.

No final, ambos (Renata e Bruno) estavam radiantes. E eles estavam tão felizes! Mesmo o cansaço acumulado para conseguir chegar até ali não se via diante da alegria de um sonho tão imenso sendo realizado.

Fico pensando: Se nós, humanos, para um casamento nessa vida tão curta que temos, nos empenhamos tanto e nos alegramos tanto, como deveria ser grande as nossas expectativas, a nossa alegria e o nosso empenho enquanto Igreja para a nossa união com o Amado Noivo Jesus Cristo...

Nada deveria nos desviar desse propósito. Nada deveria tirar o nosso anseio de sermos recebidos por Jesus no grande dia que está preparado para aquele mais glorioso evento dentre todos. Nada deveria nos cansar o suficiente, nem frustrar o suficiente, a ponto de muitos desistirem de esperar por aquele momento.

O Espírito Santo do Senhor é o encarregado de nos levar de braços dados até Jesus, diante do altar de Deus. Ele é a figura do Pai que cuida de nós aqui na terra até que a Igreja seja desposada por Cristo na glória. Por isso Ele clama “Vem!” a Jesus, juntamente com a Noiva. Nesse sentido, a diferença entre Ele e o pai da Renata é que o Espírito Santo não está gritando de ciúmes em seu coração por estar entregando sua filha maravilhosa aos cuidados do noivo. Ao contrário, o Espírito do Senhor anseia por aquele momento tanto quanto nós. Ele e Jesus são um, juntamente com Deus Pai, e sabe que estará confiando a Noiva às mais excelentes das mãos.

Tento imaginar a Igreja, tão santa e feliz naquele dia em que Jesus lhe receberá na glória. Esse casamento durará para toda a eternidade e não haverá mais nada que possa lhes atrapalhar de serem felizes juntos. Por isso concordo com todas as conclusões acerca das expectativas para as Bodas do Cordeiro de Deus com a Noiva amada: qualquer sacrifício valerá à pena, se for necessário para que estejamos lá também.

A Renata estava linda. O Bruno estava uma imponente. Ambos estavam radiantes e felizes, muito felizes! Que nós, enquanto Noiva do Senhor Jesus, preparemo-nos para Ele com empenho exemplar. E naquele dia, os anjos assistam a entrada triunfante da Noiva vestida em resplandecente santidade e carregando em seus braços um buquê de pura adoração.

(*) Aos nubentes Renata e Bruno, meus mais sinceros votos de alegria, bênçãos sem par e profunda paz nessa caminhada nova que começa para vocês pela ponte que é a própria mão de Cristo, até que vocês cheguem à eternidade e desfrutem de alegria ainda maior pessoalmente com Ele. Amo vocês!