quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

“S” ou “P”?

A Bíblia em um ano:
Gênesis 37-39


“Mas resistia-lhes Elimas, o encantador (porque assim se interpreta o seu nome), procurando apartar da fé o procônsul. Todavia Saulo, que também se chama Paulo, cheio do Espírito Santo, e fixando os olhos nele, Disse: Ó filho do diabo, cheio de todo o engano e de toda a malícia, inimigo de toda a justiça, não cessarás de perturbar os retos caminhos do Senhor? Eis aí, pois, agora contra ti a mão do Senhor, e ficarás cego, sem ver o sol por algum tempo. E no mesmo instante a escuridão e as trevas caíram sobre ele e, andando à roda, buscava a quem o guiasse pela mão.”
Atos 13.8-11

Olha a autoridade do homem que havia caído do cavalo, quando se encontrou com Cristo no caminho para Damasco!

Foi dada por Deus, depois de um processo rigoroso e detalhista de conversão. Nada do velho homem deveria continuar. Ele tinha que nascer de novo, deixar aquele brutal perseguidor de cristãos que ganhava a honra dos homens, para tornar-se um cristão também, perseguido, regenerado e honrado, sim, mas diante de Deus. Até seu nome mereceu ser substituído.

Depois que Saulo teve um encontro com Cristo, ele passou a chamar-se Paulo. O significado de cada um tudo tinha a ver com as duas realidades deste ilustre apóstolo de Cristo. Na origem, Saulo é uma forma graciosa do hebraico “Saul”, que significa “o implorado”. Paulo, por sua vez, quer dizer “de baixa estatura”.

Veja só: o “exigido, postulado, demandado”, substituído pelo “humilde, de baixa estatura, pequeno”. Brinquemos mais com essa realidade, e lembremos que a diferença ortográfica foi somente a troca do S pelo P, mas a diferença espiritual foi extraordinária. Sobrenatural, mesmo!

O S fala de “sem esperança, sem caráter, sem futuro com Deus, soberbo, solitário, sobrecarregado, sujo, solto, superior”. Logo, o P foi a nova letra que compôs o nome do homem regenerado. Inicia características como ser “perseverante, provido por Deus, pacífico, purificado, piedoso, próximo de Cristo, preenchido pelo Espírito Santo, ponderado, pacato, paciente, predestinado por Deus, protegido, pequeno, príncipe de Jesus, perdoado, pertencente ao Senhor”.

Aleluia!

Eu já provei a mudança de vida que Jesus promoveu. Meu nome continua o mesmo, mas meu caráter tem sido transformado a cada dia para que se pareça cada vez mais com o de Cristo e também possa ter o mesmo significado do nome de Paulo.

E você...

Ainda impera um S em tua vida?

Saiba que Jesus está disposto a substituí-lo imediatamente por uma letra que te faça ser identificado como um filho autêntico de Deus.

Que tal “N” de “nova esperança”? Ou “V” de “vitorioso, verdadeiro, vivo...”? Ou, ainda, “R” de “redimido, regenerado, resgatado”?

Importa mesmo que seu novo nome não será registrado em cartórios da terra e nem com tinta que se apague com o tempo. Será firmado no Céu e será escrito com o precioso sangue de Jesus Cristo, que uma vez já verteu-se por você.

...Por você!