segunda-feira, 19 de março de 2012

Dedicação ao chamado

A Bíblia em um ano:
1Samuel 17-20


“O templo que vou construir será grande, pois o nosso Deus é maior do que todos os outros deuses. Mas quem é capaz de construir um templo para Ele, visto que os céus não podem contê-Lo, nem mesmo os mais altos céus? Quem sou eu, então, para Lhe construir um templo, a não ser como um lugar para queimar sacrifícios perante Ele? Por isso, manda-me um homem competente no trabalho com ouro, com prata, com bronze, com ferro e com tecido, vermelho e azul, e experiente em esculturas, para trabalhar em Judá e em Jerusalém com os meus hábeis artesãos, preparados por meu pai Davi. [...] (Resposta de Hirão, rei de Tiro) Estou te enviando Hurão-Abi, homem de grande habilidade. Sua mãe era de Dã e seu pai, de Tiro. Ele foi treinado para trabalhar com ouro e prata, bronze e ferro, pedra e madeira, e em tecido roxo, axul e vermelho, em linho fino e em todo tipo de entalhe. Ele pode executar qualquer projeto que lhe for dado. Trabalhará com os teus artesãos e com os de meu senhor Davi, teu pai.”
2Crônicas 2.5-7,13-14

Grandes obras exigem grandes profissionais.

Fazer um templo em homenagem a Deus requer, de fato, pessoas empenhadas, dedicadas, capacitadas.

É certo que muitos se perdem do propósito (e da postura) depois que são levantados por Deus para uma grande obra. Mas todos os que são chamados pelo Senhor são capacitados por Ele de forma a realizarem grandes feitos em nome do Senhor e movimentar uma nação inteira. Ou, pelo menos, deixar impressões que durarão por muitas e muitas gerações posteriores.

Hurão-Abi era servo do rei de Tiro (Hirão), a quem Salomão pediu ajuda para construir o templo do Senhor. Não foi grandemente citado na Bíblia, mas quando isso aconteceu, excelentes referências o rei – o próprio rei – pôde dar a seu respeito.

E sua disposição em prestar serviços com todas as suas qualificações onde fosse necessário também é notável, pois Hurão-Abi não era um servo que concentrava sua capacidade para si mesmo. Ele estava pronto a utilizá-la onde e quando fosse necessário. Fosse o contrário, o rei não teria dado tão boas (e seguras) referências sobre aquele homem.

Muitos de nós – os chamados por Deus para um grande projeto – são um pouco Salomão: têm sabedoria do Senhor. Outros, são um pouco Hurão-Abi: possuem habilidades, técnicas, lidam muito bem com o material. Outros, ainda, são um pouco Hirão: possuem recursos e autoridade. De sorte que todos juntos empregaram suas forças num grandioso projeto e a obra aconteceu.

Importa cada um dedicar-se àquilo que foi chamado, e procurar crescer em harmonia com os demais irmãos, de forma a glorificar o nome do Senhor em cada um dos grandes projetos de Deus para este mundo e, principalmente, para a Sua Igreja.

Por isso, disponibilize suas habilidades e competências a serviço de Deus e do Seu Reino. Disponibilize seus dons e talentos. Disponibilize seu coração a servir e a construir. Nenhum empregador é melhor do que o Senhor. E nenhuma recompensa será maior do que aquela que Ele tem reservada para os Seus servos fiéis.



"Fortaleça meus braços e pés, Senhor. Fortaleça minha voz e coração. Renova os meus ânimos e empenho pelo trabalho do Reino, sempre em função da Tua glória. Ajuda o Teu povo, levanta aquele servo desanimado. Ajuda-nos a compor um grande grupo de trabalho a serviço da causa que levou Jesus a Se entregar como um Cordeiro na maldita cruz. Ajuda-nos a Te servir e a sermos úteis na glorificação do nome do nosso Redentor. Oramos por meio dEle. Amém."