quarta-feira, 21 de março de 2012

O Reino Inabalável

A Bíblia em um ano:
1Samuel 25-28


By Elaine Cândida, com imagens do Google.


“Portanto, já que estamos recebendo um Reino inabalável, sejamos agradecidos e, assim, adoremos a Deus de modo aceitável, com reverência e temor, pois o nosso Deus é fogo consumidor!”
Hebreus 12.28-29


Um Reino inabalável é formado por gente forte, destemida e ousada.

Mas gente assim é gente experimentada. É gente formada pelos fatos de cada dia que modificam suas vidas, seus conceitos, seus valores e motivações. Fatos que transformam suas atitudes e enrijecem suas estruturas, de forma a até sacudi-las (eventualmente), porém, não derrubá-las quando nos terremotos da vida.

Gente assim é gente que conhece Jesus de perto e anda intimamente ligada a Ele a cada instante.

Um Reino inabalável possui um Rei inabalável, seguro em Sua força e sabedoria, firme no Seu poder e conhecimento. Não um rei que acha, mas Um que tem certeza. Não um rei que receie, mas Um que é determinado e destemido em todas as Suas palavras e atitudes. Não um rei que não quer correr riscos, mas Um que assume as consequências de todas as Suas decisões, e cujas decisões estão acima de qualquer questionamento.

Um Reino inabalável não é regido um rei que age por interesses egoístas, mas por Um que pensa no bem dos Seus súditos, que sabe o melhor caminho a ser seguido, que sabe como isso deve ser feito, e que caminha pessoalmente por ele com Seus servos. Um Rei que faz tudo o que for necessário para garantir que os Seus dependentes vencerão os desafios, concluirão seus trabalhos, chegarão bem ao final da jornada.

Um Rei assim só pode ser encontrado em Jesus, o menino nascido Rei (Mateus 2.2), o Rei sobre reis e Senhor dos senhores (Apocalipse 19.16).

Um Rei assim não passa. Ele é inabalável e permanece glorioso, aqui – diante de tantas adversidades – e eternidade a dentro, vencendo limites do sobrenatural, imponente e esplendorosamente.

Este é o Reino que Deus oferece gratuitamente aos homens através de Jesus Cristo, o Seu Filho Amado. Este é o tipo de súdito que o Rei nos convida a ser. Esta é a vida que Deus tem para nós aqui e eternamente.

E este é o motivo pelo qual não devemos reclamar, mas agradecer – até diante dos infortúnios da vida – pelos propósitos do Deus que é Rei inabalável. Porque Ele procura transformar-nos e fortalecer-nos a cada dia, através das situações que, embora nos façam chorar hoje, estruturam nossas almas para assumirem a glória do amanhã.