quarta-feira, 30 de maio de 2012

É nossa decisão e atitude


A Bíblia em um ano:
Salmos 9-14

“Aparta-te do mal e faze o bem; e terás morada para sempre.”
Salmos 37.27


Na história da salvação, o Senhor está nos dois extremos.

Num extremo, o Eterno já nos disponibilizou o Seu amor, o Seu perdão, a Sua graça. Ele deu um passo em nossa direção que ninguém mais quis dar e, mesmo que quisesse, jamais poderia dar.

No outro extremo, o Eterno está nos escancarando os portões celestiais e nos oferecendo gratuitamente morada eterna.

No meio estamos nós, os humanos, o alvo do amor do Senhor. Temos a oportunidade de escolher caminhar em direção à vida santificada ou voltar atrás e de mãos dadas com a morte eterna descermos pelo abismo da condenação.

O convite para a vida de satisfação e gozo – aqui e na eternidade – vem do Senhor. A conseqüência para a nossa aceitação a esse convite também já está determinada. Agora, resta a nossa a decisão a atitude para mudarmos de vida.

Apartar-se do mal e fazer o bem. Este é o conselho que nos é dado por quem experimentou intimidade e santa dependência do Senhor. Essa é a atitude que devemos ter para que, pela graça do bondoso Jesus, possamos permanecer na escolha pela vida.

Tenhamos, porém, cuidado! Pois Deus já fez Sua parte, espera que façamos a nossa, e já Se dispôs a ser Ele mesmo a nossa recompensa. Mas a morte está pelos lados, trabalhando para nos impedir de olhar para trás e enxergarmos o Senhor nos chamando, e de olharmos para a frente e O virmos nos esperando.

O Senhor está presente (O Bom Jesus)