sexta-feira, 29 de junho de 2012

A solução que precisamos


A Bíblia em um ano:
Salmos 104-107


“O Senhor diz: ‘O povo de Israel faz acordos com outros povos e agora parece um pão mal assado. O povo não percebe que a nação está perdendo o seu poder por causa desses acordos com estrangeiros. A nação está ficando fraca como um velho de cabelos brancos, mas o povo não percebe isso. O orgulho do povo é testemunha contra si mesmo. Todas essas coisas aconteceram, mas mesmo assim eles não se voltam para Mim, nem procuram a ajuda do Senhor, seu Deus. Israel parece uma pombinha tola: procura primeiro a ajuda do Egito e depois vai pedir socorro na Assíria.”
Oséias 7.8-11 (NTLH)


Cada trecho bíblico foi trazido ao nosso conhecimento porque completa esse mosaico de aprendizagens que nos conduzem cada vez mais para perto de Deus.

A fala do Senhor a respeito de Israel (em Oséias 7.8-11) nos aponta para uma situação bastante semelhante à nossa: o nosso orgulho não nos permite voltarmos com honestidade ao Senhor nem procurarmos, com quebrantamento e contrição, a Sua ajuda. Mas, ao contrário, nossa altivez nos induz facilmente a buscarmos socorro a qualquer um que possa impressionar nossos olhos e ouvidos, massagear nosso ego e nos contar tudo o que nos agrada.

É mais conveniente ler os encantamentos das muitas mensagens de otimismo e autoajuda que nos chegam de todos os cantos por e-mail, ou lermos as previsões astrológicas de uma revista mundana qualquer, do que sermos confrontados com as verdades bíblicas, que determinantemente nos direcionam: “Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno os seus pensamentos, e se converta ao Senhor, que Se compadecerá dele; torne para o nosso Deus, pois grandioso é em perdoar!” (Isaías 55.7)

É mais conveniente ouvir das pessoas sempre um “Tudo ficará bem!”, em vez de ouvirmos do próprio Deus: “Se vocês obedecerem aos mandamentos do Senhor, nosso Deus, que hoje eu estou dando a vocês, e O amarem, e andarem no caminho que Ele mostra, e cumprirem todas as Suas leis e todos os Seus mandamentos, vocês viverão muito tempo na terra que vão invadir e que vai ser de vocês. E Deus os abençoará e lhes dará muitos descendentes. Porém, eu lhes afirmo hoje mesmo que, se abandonarem a Deus e não quiserem obedecer e se caírem na tentação de adorar e servir outros deuses, nesse caso vocês serão completamente destruídos e não viverão muito tempo na terra que estão para possuir no outro lado do rio Jordão.” (Deuteronômio 30.16-18)

E é precisamente por causa das conveniências, que nós deixamos de atentar para o fato que a solução que precisamos está no Senhor. Não em outros deuses, não em outras pessoas, não em outras coisas ou lugares, nem em passatempos, dinheiro ou trabalho. Não. A resposta correta sempre vem do Senhor. Ele é o único que conhece a origem e os porquês dos nossos conflitos, sejam eles de que origem for. Por isso, somente Ele – o Deus vivo – tem a resposta precisa para cada momento das nossas vidas.

A fogueira aumenta em vez de apagar, quando em vez de jogar-lhe água nós jogamos gasolina. E um problema só aumenta em vez de se resolver, quando em vez da ajuda adequada nós procuramos a que é mais conveniente.