terça-feira, 10 de julho de 2012

Entre louvores e orações


A Bíblia em um ano:
Salmos 145-147


“Peço que todas as manhãs Tu me fales do Teu amor, pois em Ti eu tenho posto a minha confiança. As minhas orações sobem a Ti, mostra-me o caminho que devo seguir. [...] O Senhor é a minha força e o meu escudo, com todo o coração eu confio Nele. O Senhor me ajuda; por isso o meu coração está feliz, e eu canto hinos em Seu louvor.”
Salmos 143.8 e 28.7 - NTLH

Ansiedade matinal é sempre um grande problema. Indica que nosso dia será perpassado pelas agulhadas do desejo, da saudade, da espera, da (im)paciência, da dor. Ao longo do dia, essas agulhadas arrancarão de nós suspiros da alma, mesclados com incertezas, medos, conflitos radicais que somente quem dorme e se levanta com eles consegue entender o que são realmente.

Em dias como este – hoje – uma oração e uma canção acalmaram meu coração, pelo menos por enquanto. No decorrer das horas, procurarei estar em oração e entoando louvores ao Eterno, até que Ele finalmente conclua o que começou, seja com um fim agradável à minha vontade ou não. Uma coisa tenho certeza: se Ele mesmo decidir, será o melhor fim e será o melhor para mim e para todos os que estão envolvidos comigo.

Não se esqueça: o lugar da nossa Paz em meio aos conflitos das nossas vidas está apenas a uma canção sincera e uma oração contrita.

Canções, eu posso compartilhar. Mas a oração é algo que só depende de você mesmo.

Tenha um lindo e santo dia, envolto pela Paz que excede todo entendimento.