sábado, 8 de setembro de 2012

A balança da vida...


A Bíblia em um ano:
Ezequiel 15-18


By Elaine Cândida, com imagens do Google.


"Ficam decepcionados todos os que adoram imagens e se vangloriam de ídolos. Prostrem-se diante Dele [de Deus] todos os deuses!"
Salmos 97.7


Tudo o que ocupa o lugar de Deus nas nossas vidas torna-se um ídolo, e nós frequentemente nos prostramos diante disso e lhe rendemos louvor inconsciente, dedicamos nossa atenção, e honramos de todas as formas mais que honramos ao Senhor.

Os passatempos, o time do coração, a novela da TV, o trabalho, os problemas, um romance, os estudos, os vícios, um amigo, os filhos, as mágoas, o passado, as preocupações, o dinheiro, o sexo, a ociosidade, as viagens, a aparência física, e tudo mais que possa nos encantar e ocupar mais que a presença de Deus,  nos traz grandes decepções.

Você já percebeu como nossas vidas se frustram diante dessas coisas? Enquanto isso, a alegria e o real prazer da vida são postos de lado pela cessação da nossa busca diária ao Senhor por oração, Palavra e  jejum.

Mas realmente nada que possa ofuscar o brilho de Deus vale mesmo à pena. Todas essas coisas juntas não podem ter o peso do Senhor Jesus na balança das nossas vidas. O lado Dele sempre deve ser mais pesado.

Só assim, com essa lógica ilógica de sobrepor Deus ao mundo em nossas preferências e valores diários, é que nós podemos manter o equilíbrio num mundo tão desnivelado como esse.