sábado, 6 de outubro de 2012

Impressionando...



A Bíblia em um ano:
Habacuque 1-3
Sofonias 1-3


“Certo sábado, Jesus estava ensinando numa sinagoga. E chegou ali uma mulher que fazia dezoito anos que estava doente, por causa de um espírito mau. Ela andava encurvada e não conseguia se endireitar. Quando Jesus a viu, Ele a chamou e disse: ‘Mulher, você está curada’. Aí, pôs as mãos sobre ela, e ela logo se endireitou e começou a louvar a Deus. mas o chefe da sinagoga ficou zangado porque Jesus havia feito uma cura no sábado. Por isso disse ao povo: ‘Há seis dias para trabalhar. Pois venham nesses dias para serem curados, mas no sábado, não!’ Então o Senhor respondeu: ‘Hipócritas! No sábado, qualquer um de vocês vai à estrebaria e desamarra o seu boi ou o seu jumento a fim de levá-lo para beber água. E agora está aqui uma descendente de Abraão que satanás prendeu durante dezoito anos. Por que é que no sábado ela não devia ficar livre dessa doença?’ Os inimigos de Jesus ficaram envergonhados com essa resposta, mas toda a multidão ficou alegre com as coisas maravilhosas que Ele fazia.”
Lucas 13.10-17


Imagem: Mk3.
Quando nós vamos até Jesus, seja em que estado for, Ele nos recebe e inicia excelente obra de cura, de libertação, de transformação em nossas vidas. Ele sabe o que precisamos e somente espera nossa chegada até Ele.

Porém, a oposição satânica se levanta contra nós e contra nossa atitude de buscarmos ao Senhor. Seja por uma causa que precisa ser resolvida, seja para receber a salvação, seja para se levantar de uma queda, satanás e seus agentes são hábeis em oprimir, subjugar, diminuir, humilhar, desmotivar pessoas que procuram recomeçar com Cristo. Eles expõem nossas causas de forma terrível, e tentam convencer a nós mesmos que não há jeito ou que não é o momento certo para nós.

Mas o momento certo quem determina é o Senhor. Jesus viu que era o momento certo para aquela mulher encurvada há dezoito anos. Viu que havia jeito. E deu-lhe jeito. Independente do dia. Independente da hora. Deu-lhe o que precisava, no instante exato. Pois o amor e o cuidado do Senhor sobre os Seus estão acima de qualquer uma das nossas religiosidades. Não têm um dia no calendário para ser lembrado. Dispensam formalidades.

E mesmo que o mal se esperneie ao nosso redor, ruja como um leão querendo nos amedrontar, o Senhor Deus nos guarda de suas afrontas, e destemidamente é Ele quem responde por nós.  Alguém viu a mulher chamando Jesus para enfrentar os opositores da graça que recebeu? Não. Não foi preciso. O Senhor ofereceu-Se de boa vontade, com prontidão e imediatismo para responder por ela.

Jesus nos chama sem fazer cerimônia. Cura e transforma sem Se importar com a oposição. Assume-nos sem medir esforços. Defende-nos sem hesitar. E é assim, operando milagres e conversões em nós, e vencendo com nobreza e sabedoria os argumentos do mal, que o Senhor vive calando o inferno e impressionando multidões por aí.