sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Opportuno Tempore


A Bíblia em um ano:
Atos 1-3


Imagem: Google.


O que as suas mãos tiverem que fazer, que o façam com toda a sua força...
Eclesiastes 9.10


De pequenas sementes de carinho é que formamos lindos jardins onde havia a aridez e a solidão do deserto de um coração. Discursos encantam, mas atitudes convencem. Grandes intenções falam, mas pequenos gestos trovejam.

Um e-mail, uma flor, um abraço, um beijinho. Um gesto qualquer de carinho. De perto ou de longe. Grande ou pequeno. Seja como for, coisas assim sempre tornam nosso dia mais colorido.

Não é preciso extravagância para fazer cócegas no coração de alguém.

Um bilhete, um lembrete. Um cartão. Um sorriso. Um telefonema. Um passeio, um olhar. Qualquer coisa, de qualquer modo. Desde que seja sincera. Desde que seja carregada de afeto, cativa, motiva, alegra, inspira.

Não é preciso opulência para ser doce o suficiente e adocicar uma vida félea.

Um minuto de atenção. Uma palavra de consolo ou direção. Uma poesia, uma canção. Um presente, ou o desenho de um coração. Coisas bobas, realizadas por bobos que perdem a viagem na carruagem de cinzas do mundo enquanto colhem amores, cores, sabores, e tecem arranjos para decorar vidas por aí, à beira da estrada...

Não é preciso ser Deus para ser capaz de produzir primaveras no íntimo de uma alma.

Basta que sejamos quem somos. Basta nos aperfeiçoarmos enquanto simplesmente amamos. Basta aproveitarmos enquanto aqui estamos.

Pois o amanhã não nos é conhecido. E pode ser que, quando ele chegar, quem amamos hoje já se tenha ido.