quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

De repente...


A Bíblia em um ano:
2Timóteo 1-4
Imagem: Iluminalma.

O sofrimento é o intervalo entre duas felicidades.”
(Vinícius de Morais)


“O Senhor Todo-Poderoso diz: ¾ Está chegando o dia em que todos os orgulhosos e todos os maus serão queimados como a palha é queimada na fogueira. Naquele dia, eles queimarão e serão completamente destruídos. Mas, para vocês que Me temem, a Minha salvação brilhará como o sol, trazendo vida nos Seus raios. Vocês saltarão de alegria, como bezerros que saem saltando do curral.

Malaquias 4.1-2


Nos contos de fada, de repente o sapo vira príncipe.
De repente, a gata borralheira vira donzela das mais cobiçadas.
De repente, o sonho é realizado pelo toque da varinha de condão.
De repente, o lobo mau se dá mal.
De repente, a o gigante cai da grande árvore e morre.
De repente o tapete mágico alça voo e todos deixam de correr riscos.

Mas a vida não é um conto de fadas.
Na vida, de repente, o mocinho vira bandido.
O justo é humilhado.
O maior espezinha o menor.
De repente, o que era certo perde a direção.
O que fazia sentido deixa de ser.
O que causava riso vira motivo de pranto.
De repente, as forças se acabam.
A dor se agiganta.
A esperança esvai.
A fé enfraquece.
De repente, tudo vira nada.
A luz se apaga.
Enxurradas sobem.
O céu azul se entenebrece.

Na Bíblia, porém, de repentes são sinais que motivam outra vez.
Que animam outra vez.
Que alegram outra vez.
Porque, de repente, Deus vence as nossas batalhas (Josué 11.6-8).
De repente, um anjo visita o exausto e provê tudo o que ele precisa (1Reis 19.5).
De repente, as portas do Céu se abrem e a recompensa em glória abraça mais um servo fiel (2Reis 2.11).
De repente, Deus derrota o que antes nos vencia e envergonhava (Salmos 64.7).
De repente, Deus quebra cadeias e desata nós que há tanto faziam Seus amados sofridos e humilhados (Atos 16.26).
De repente, o Espírito Santo derrama unção, dá ousadia e renova a perspectiva de vida dos que Lhe buscam incessantemente (Atos 2.2).
De repente, o Senhor pessoalmente surge no caminho, toca nosso caráter e muda a trajetória das nossas vidas (Atos 22.6).
De repente, Deus faz justiça outra vez (Malaquias 4.1-2).

E de repente, nossos corações jubilam em louvores e gratidão ao Senhor, por experimentar mais uma vez Sua fidelidade, e comprovar que toda espera e obediência realmente valeram à pena.