terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Luzes...


A Bíblia em um ano:
1João 3-5

Cortina de luzes no Shopping Conjunto Nacional, Brasília-DF. Natal de 2012.

“[...] Jesus disse: Eu sou a luz do mundo.
Quem Me segue, nunca andará em trevas, mas terá a luz da vida.”
João 8.12


Estive caminhando nesta noite pelo centro de Brasília.
Cidade linda, essa minha...

As luzes do Natal estavam fazendo toda a diferença nos prédios, monumentos, casas, postes, árvores. Eles colocaram suas luzes em praticamente tudo...

O misto de melancolia com novas de alegria que esta data traz, fazia pairar sobre nós um certo encanto, que dentro de mais alguns dias se acabará, quando as luzes se apagarem e os enfeites forem retirados.

Finda-se a festa. Cessam-se os cantos. Apagam-se as luzes. Rostos desfalecem. Hora de recomeçar a dura jornada que nos enquadra todos os dias na ala dos sozinhos em meio às multidões. Peregrinos a ermo. Lutadores solitários.

Luzes...

Nós sempre inventamos uma para nos alegrar. Ou milhares delas, para esconder as tristezas que muitas vezes superlotam nossas almas. Por trás de cada lâmpada da imensa cortina de luzes do mais antigo shopping da cidade, parecia brilhar o sorriso triste de alguém acostumado a enfrentar o mundo sem nenhum apoio, e já meio sem saber até onde pode suportar...

São milhares de milhares de pessoas assim.
Milhares de milhares de sorrisos falsos.

Mas se o ano inteiro não foi suficiente para lembrar, a data é bem propícia. Ele nasceu e Se deu por presente a todos, para que nossos sorrisos fossem sinceros. Mesmo que eventualmente tristes, mas sinceros.

O aniversário é de Jesus. Mas o presente é nosso.
Receba-O com amor e guarde-O no lugar mais importante do seu coração. Abra-O todos os dias e usufrua de tudo o que Ele pode te proporcionar.

Uma cortina de luzes decorará a sua alma a cada anoitecer.
E essa, nunca será apagada.
Nunca.