segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Mais um ano...


A Bíblia em um ano:
Apocalipse 19-22


“Isso vem do Senhor, e é algo maravilhoso para nós!”
Salmo 118.23


Imagem: Google.
Um ano é pouco para semearmos todas as sementes que temos, para cultivar todas as plantas que precisamos, para colher todas as flores que queremos.

Um ano é pouco para amarmos todas as pessoas que cruzam nossos caminhos, e para ajudarmos todos quantos carecem, para melhorarmos o mundo de alguém, ou de alguns...

Um ano é pouco para fazermos todo o bem que poderíamos, encontrarmos a paz que gostaríamos, perdoarmos o quanto deveríamos.

Um ano não basta para dizermos todas as verdades, para conhecermos toda a verdade, e para sermos plenamente libertos por ela.

É pouco para nos arrependermos o quanto deveríamos, para nos humilharmos perante o Senhor o quanto merecíamos, e estarmos com Ele o quanto carecemos.

Um ano é pouco para sermos limpos totalmente dos nossos pecados, para nos despir de toda a nossa religiosidade, para produzirmos todo o fruto do Espírito.

Um ano não basta para encontrarmos todas as soluções que precisamos, nem para arrancarmos todo o mal que plantamos por aí. Tampouco para nos perdoar de tudo aquilo por que nos culpamos.

Um ano é pouco para que o nosso caráter seja transformado, para que nosso coração despedaçado seja concertado, para que nosso ser seja tratado, para que nosso caminho acidentado seja aplainado, para que nossa esperança esvaída seja restaurada por inteiro.

Um ano é pouco para encontrarmos e conquistarmos um grande amor. É pouco para curar de uma vez as dores do passado. É pouco para superarmos a frustração de uma paixão não correspondida.

Não basta um ano para nos recuperarmos de todos os arranhões causados pela vida, nem para cultivarmos todas as virtudes necessárias, e nem mesmo para completarmos todas as obras que começamos.

Em um ano não podemos ler todos os livros que listamos, nem perder todos os quilos que desejamos, nem ir a todos os lugares que planejamos.

Um ano é pouco para ouvir tudo o que gostaríamos, para dizer tudo o que pretendíamos, para escrever tudo o que sentimos, seja num caderninho, seja num blog.

Enfim, dentre tantas coisas que poderia continuar listando, em um ano eu não conseguiria terminar. Pois um ano é pouco para vivermos tudo o que a vida nos proporciona.

Foi por isso que o Senhor Deus nos deu mais um.

Faça dele, então, o melhor proveito. Inclua Jesus no topo das suas prioridades e faça do seu ano novo o melhor de todos. E assim, no próximo dezembro, é você quem vai relatar que um ano foi pouco para conter a satisfação de caminhar com Deus.

Vai contar que um ano foi pouco para guardar tudo o que de bom recebemos do Senhor. Que um ano não basta para expressar toda a nossa gratidão e louvor a Quem, em vez do juízo, nos abraçou com Seu amor e com Sua graça.  E em vez da condenação, nos convida para Sua glória.

Feliz 2013...