quarta-feira, 1 de maio de 2013

...E verão a glória!

Imagem: Ultra Downloads.


“[...] Farei com que Meu povo prospere novamente e terei compaixão dele.”
Jeremias 33:23-26


Jerusalém...
Tratava-se de uma nação vazia, saqueada, abandonada, que outrora brilhava sobre o pedestal das nações.

Tratava-se então de um povo que foi levado cativo por causa de um estilo de vida totalmente distante daquele que deve ser o padrão de santidade de quem já conhece a verdade. Tratava-se de um povo que conhecia a verdade e que escolheu o pecado.

Porém, tratava-se de um povo amado por Deus, cujo nome é SENHOR.

Aquelas pessoas tinham de lidar com o desprezo das nações vizinhas.
Tinham de lidar com o descaso para com o seu valor.
Tinham de lidar com as mentiras e as especulações a seu respeito.
E tinham de suportar todos os escárnios e afrontas que lhes sobrevinham.
Pois riam, e maldiziam, e humilhavam e desdenhavam delas.
Porém, tratava-se de pessoas que tinham promessas do Eterno a seu respeito.

Era um povo rebelde, é certo, mas que tinha um Deus que lhes amava.
Era um povo doente, mas estava em processo de cura.
Era um povo fraco, mas que tinha um Pai no Céu que fortalece e responde por Seus filhos.
Era um povo subjugado, mas tratava-se de um povo cuja esperança se renovava nas palavras de restauração do Senhor de planos que não podem ser frustrados.

Ninguém entendia, e todos julgavam. Ninguém sabia, e todos condenavam.
Ninguém conhecia os propósitos de Deus para aquele povo. E todos duvidavam.

Assim como fazem comigo.
Assim como têm feito com você.

Até que veio a salvação do Senhor e restaurou a sorte do Seu povo.
E viram a glória de Deus na reconstrução dos muros.
E viram a glória do Todo-Poderoso repovoando a cidade.
E viram a glória do Senhor na segunda casa.
E viram a glória do Rei abençoando Seu povo com Paz.

E verão a glória de Santo no cumprimento das Suas promessas na minha e na sua vida.