sábado, 1 de junho de 2013

A coroa

By Elaine Cândida, com imagens do Google.


“Eis que venho sem demora. Guarda o que tens,
para que ninguém tome a tua coroa.”
Apocalipse 3.11


Que preciosidades nós temos!

Pés que podem trilhar o caminho da salvação e conduzir outros por essa maravilhosa eternidade.

Mãos que podem abençoar e encaminhar vidas vazias à presença de Deus.

Lábios que podem louvar ao único que é digno, ao tempo de testemunhar Sua glória e Seu poder para que o mundo conheça e respeite Jesus, o Cristo.

Vozes que podem anunciar a Verdade que encontra o perdido, que cura, que regenera, que alegra, que salva.

Olhos espirituais, que podem ver além do que o homem carnal/natural vê; que transpõem os limites do impossível e enxergam um Deus de milagres depois de qualquer impossibilidade.

Ouvidos sensíveis à Voz de Deus, capazes de discernir o bem e o mal, aptos a ouvir o clamor dos milhões que vivem em trevas tão medonhas sem Jesus e sem esperanças.

Corações capazes de amar sem distinção, de se compadecer com os que sofrem e de se alegrar com os que se alegram, mas ousados para cultivar a alegria e a esperança daqueles que já as perderam. Corações que amam o bem e a justiça, que amam a Deus sobre tudo e sobre todos, e que abominam o mal e o pecado. Corações quebrados, dependentes de Deus, envolvidos com Seus propósitos.

Braços fortes, que trabalham incansavelmente pela expansão do Reino de Paz e de Justiça que Deus estabeleceu para Sua glória e salvação nossa. Braços fortalecidos pelo Espírito Santo, capazes de sustentar os fracos e de levantar os caídos.

Um corpo bem ajustado, saudável, empenhado em labutar para que os seus sonhos se realizem. Sonhos que vêm do coração de Jesus, a cabeça deste corpo. Sonhos que Deus anseia ver concretizados: “...que todos os homens se salvem e venham ao conhecimento da Verdade.” (1Timóteo 2.4)

Isso é o que temos: Todos os recursos necessários e a grande e nobríssima missão de realizarmos os sonhos de Deus.

Essa é a nossa coroa: Sermos filhos do Pai Eterno, herdeiros de uma herança que jamais será corrompida, amados e escolhidos pelo Rei para sermos Seus.

Isso é o que somos: Nada menos que as pessoas mais completas e mais realizadas do mundo.


O semeador - Vanilda Bordiere (2013)