sábado, 19 de outubro de 2013

Necessária insistência...


Imagem: Borgonha em flor,  por  Helena Araújo.


“Porque para Deus somos o bom perfume de Cristo...”
2Coríntios 2:15a


Num mundo onde pessoas amam coisas e usam outras pessoas,
num mundo onde os relacionamentos são superficiais
e terminam com a mesma brevidade que começam,
num mundo onde a beleza e a eternidade se perdem
em meio ao imediatismo e ao que é passageiro,
num mundo onde a futilidade excede a grandeza do pensamento
e a imoralidade sorri do que é puro e inteligente,
num mundo disforme pela falta de firmeza da alma,
e desalmado pela falta da Divina Forma
capaz de lhe dar sustentação,
enfim, num mundo que se perde a todo instante na sua própria ignorância,
e se reencontra novamente na pequenez dos seus atos egoístas,
as flores insistem em nascer.
E são elas que, singelas e despretensiosas,
dão sentido à vida, fazendo valer à pena
toda essa nossa efêmera existência.

Que nossas vidas sejam assim:
flores a perfumar, embelezar e alegrar
qualquer lugar onde o Divino Jardineiro nos plantar.

(Publicado originalmente no blog elainecandida.blogspot.com.)