sábado, 14 de junho de 2014

Silencioso diálogo...


Ponte sobre o rio Corrente, em Santa Maria da Vitória-BA.
Imagem disponível na Internet.

“Olhe sempre para a frente, mantenha o olhar fixo
no que está adiante de você.
Veja bem por onde anda, e os seus passos serão seguros.”
Provérbios 4:25-26 – NVI


Sentada à margem do rio Corrente, de um restaurante no município de Santa Maria da Vitória-BA eu fiquei observando por um tempo a água descendo lentamente para um destino que ela mesma certamente não sabe aonde vai dar, mas sabe que era necessário persegui-lo.

Calmo, determinado, centrado, seguia em seu leito o velho Corrente, alegrando um casal e uma criança que banhavam, fornecendo condições de vida aos peixes que vivem ali, dando sentido às pontes construídas sobre ele, e enchendo os olhos de quem, enamorado pelo curso das águas, o admirava, como eu.

E na simplicidade de um momento, em doce encanto foi que elas sorriram pra mim. E do silêncio pude ouvi-lo sussurrar: “O que vais encontrar pela frente, nem sempre é possível prever. Como superarás obstáculos, trata-se de outra questão a ser analisada quando chegar o momento certo de lidares com eles. Nada de pressa, nada de ansiedade. Apenas seguir adiante, no curso apontado pelo Criador, na velocidade certa, com a força necessária para chegar sempre ao lugar de desaguar e encerrar sua participação exitosa no sublime espetáculo da vida.”

Pedaços de sabedoria descendo rio à baixo, suavemente nos chamando a atenção para a dinâmica do nosso relacionamento com Deus e com nós mesmos.

É sempre bom conversar com um rio, que silenciosamente imprime em nossas almas verdades importantes que, muitas vezes, insistimos em nos permitir esquecer.