sábado, 14 de março de 2015

E deu-me um novo cântico...





"Esperei com paciência no Senhor, e Ele Se inclinou para mim,
e ouviu o meu clamor. Tirou-me dum lago horrível, dum charco de lodo,
pôs os meus pés sobre uma rocha, firmou os meus passos.
E pôs um novo cântico em minha boca,
um hino de louvor ao nosso Deus;
muitos O verão, e temerão e confiarão no Senhor."
Salmos 40.1-3 – ACF


Esperar em Deus não é uma tarefa fácil. Nossos anseios e intenções muitas vezes gritam tão alto, que seu eco se pode ouvir nos lugares mais profundos da alma, e quase sempre se revertem em ações impulsivas, precipitadas, que carregam consigo um certo peso de culpa.

Contudo, desertos e vales com longas esperas, servem de escolas divinas, que trabalham mesmo os mais escondidos anseios e intenções dentro de nós, de forma a submetê-los à perfeita, boa e agradável vontade do Senhor[1], Aquele que sonda os corações e enxerga a alma[2]. Sua vontade não está fundamentada unicamente naquilo que nossos olhos podem ver, mas precisamente naquilo que nossos olhos não alcançam: O futuro à nossa frente e a alma dentro de nós.

Dar passos errados pode comprometer nosso futuro. E esse comprometimento pode significar tanto o retardo do agir do Senhor Deus em nosso favor, como a não-realização de muitos dos Seus grandes projetos para nossas vidas. Pode implicar também no adoecimento e até na morte espiritual de alguém. Ansiedade desmedida e precipitações, portanto, devem ocupar um lugar todo especial na nossa caixa de coisas desprezíveis da vida.

Confiar em Deus é o jeito mais seguro de se alcançar uma bênção completa e perfeita. “A bênção do Senhor é que enriquece; e não traz consigo dores”[3].

Todo cristão fiel a Deus pode testemunhar sobre grandes obras do Eterno que foram realizadas ao longo da sua vida, devido ao exercício constante da confiança e da espera no Senhor. Eu, em particular, posso elaborar duas listas, uma lista grande contendo relatos de experiências frustradas oriundas de decisões sem a participação de Deus, e outra lista muito maior e cheia de experiências bem sucedidas e grandes conquistas que resultaram da espera, da confiança, da busca direta à vontade Daquele que pode ver o que eu não posso, que pode fazer o que eu não sei, que pode ir aonde eu não tenho condições de chegar.

Dentre essas maravilhosas bênçãos, está a chegada de alguém muito especial à minha vida. Alguém muito esperado desde sempre. Alguém que ocupará um papel muito importante ao meu lado, dentro de mais alguns meses.

Todo ser humano quer sentir-se amado por outro ser humano, precisa receber carinho sincero e atenção desinteressada dele. Todo ser humano quer sentir-se importante na vida de alguém, quer sentir que contribui para a felicidade de alguém. Todo ser humano precisa sentir-se especial. Mas as circunstâncias adversas da vida muitas vezes não permitem que essas coisas sejam assim. Alguns de nós se resolvem já na sua juventude sobre essas questões. Outros, como eu, passam algumas décadas esperando e sendo trabalhados por Deus enquanto espera.

Posso dizer que o tempo de cantar chegou em minha vida. E essa é uma alegria que preciso compartilhar. Primeiramente, porque apesar das decepções, do desgaste e das perdas que já sofri em relacionamentos anteriores, eu consegui vencer a espera, e só o fiz por causa das orações dos irmãos da fé, não somente dos que conheço e estão perto de mim, mas também dos que estão longe e que eu somente conhecerei na eternidade, quando formos unidos em Cristo (por favor, continuem nos cobrindo com as vossas orações!). Segundo, porque este é um testemunho que serve para a edificação da fé de muitos queridos que precisam continuar esperando.

De tudo, fica uma grande certeza: Sempre vale à pena esperar em Deus. Doa a que doer, sempre vale à pena esperar em Deus. Custe o que custar, sempre vale à pena esperar em Deus. “O Senhor não demora em cumprir Sua promessa, como julgam alguns”[4]. O tempo que, para nós, parece extenso demais é, na verdade, todo o período necessário para nos tornar aptos a cuidarmos bem da bênção tão esperada, quando ela chegar para nós amarrada pelo laço carmesim da graça, dentro de uma linda caixa de felicidade, embrulhada no delicado papel da perfeita obra divina.

Guarde essa certeza no seu coração. Eu guardei e consegui chegar até aqui. Hoje é o meu testemunho. Amanhã certamente será o seu.




[1] Romanos 12.2
[2] 1Samue 16.7
[3] Provérbios 10.22 – ACF
[4] 2Pedro 3.9 – NVI